Esporte

10 anos de trabalho voluntário em prol ao esporte

Fotos: Divulgação

Fotos: Divulgação

Há 10 anos, o então acadêmico do curso de Educação Física, Alex Müller iniciava um projeto voluntário de futebol de salão com o intuito de associar seus conhecimentos teóricos apreendidos na formação acadêmica-profissional à prática e norteado também pela sua paixão pelo esporte e a ausência de escolinhas em nossa cidade.

Professor Alex Müller

Professor Alex Müller

Precisamente no primeiro dia de setembro de 2006 a escolinha teve sua primeira atividade no recém-inaugurado Ginásio da Escola Municipal Pedro Effco, localizada na vila Prohmann, com 15 alunos, acompanhados por seus pais e supervisionados pela então diretora da escola, Iolanda Zeni Villa (in memoriam), uma das principais apoiadoras e incentivadoras do projeto. Nascia neste momento, a Escolinha de Futsal da Pedro Effco, uma escolinha voluntária que contava com apenas uma bola e um jogo de coletes fornecidos por uma das professoras da escola, Márcia Arruda.

Ao longo daquele mesmo ano, após vários treinos a escolinha teve sua primeira participação em um campeonato da modalidade, a Copa Sema de Futsal, aonde os atletas chegaram a final e conseguiram o segundo lugar. Um feito incrível, tendo em vista o pouco tempo de inicio das atividades.

“Participei da primeira turma do professor Alex, que até se chamava projeto segundo tempo, que era realizado no período da tarde na escola, ali que começou as brincadeiras, que viraram mais tarde treinos e, enfim, a primeira copinha que jogamos, no colégio sema, no qual fomos vice-campeões. Bons tempos”, conta Alex Fillus, atleta do primeiro time da Escolinha de Futsal.

Ao longo de anos a escolinha do Tio Alex, como ficou popularmente conhecida tomou corpo e hoje é uma das principais escolinhas existentes na região, que no passar dos anos também surgiram. A escolinha contou com o apoio de várias pessoas, dentre pais e empresas que acreditaram no potencial daquelas crianças com o incentivo ao esporte. Foram pouquíssimas vezes que o poder público colaborou, comenta o professor Alex Müller, que por diversas vezes adquiriu com seu próprio recurso os materiais para desenvolver seu trabalho.

Na foto acima, Alex nos mostra a trajetória da escolinha com as bolas utilizadas no treino e as medalhas conquistadas pelas equipes. “Guardo todas as bolas como troféus, poucos sabem ou souberam do esforço que foi acreditar no potencial daquelas crianças e ainda mais com pouquíssimo apoio”, relata Alex Müller.

De acordo com o professor, a escolinha atende cerca de 60 alunos anualmente nas categorias: Sub – 06, Sub – 08 e Sub – 10, a partir de 04 anos de idade. Em 10 anos, passaram pela escolinha mais de 600 alunos que compartilhavam do mesmo objetivo, aprender a jogar futebol. A participação e apoio dos pais sempre foi o essencial que fez toda a diferença ao longo dos 10 anos da escolinha.

“Foi onde ele teve os primeiros grandes incentivos ao esporte que ele mais gosta de jogar até hoje. O trabalho dessa escolinha sempre foi um exemplo, pois além do incentivo ao esporte, o professor Alex fazia seus alunos estudarem pra ter um desempenho muito bom, não só no esporte, mas também nos estudos”, afirma Evandra Santos, mãe de um dos primeiros alunos da escolinha.

Em comemoração aos 10 anos da escolinha está sendo organizada a Copa Pedro Effco de futsal nos dias 26 e 27 de novembro (sábado e domingo) e contará com a participação das categorias – SUB 06,08 e 10 das seguintes escolinhas:

1- ESCOLA MUNICIPAL PEDRO EFFCO FUTSAL
2- ESCOLA MUNICIPAL ODEMIRA CUNHA (VILA AMARAL)
3- ESCOLA MUNICIPAL DURVAL WOLFF DO AMARAL (VILA BOM JESUS)
4- COLÉGIO MILENIUM
5- ESCOLA MUNICIPAL SÉRGIO GRACIANO MEIRA
6- SEMA
7- CLUBE UNIÃO VILA PROHMANN

Será arrecadado 01 Kg de alimentos não perecíveis de cada atleta e toda a arrecadação será destinada a Casa da Passagem São Vicente de Paulo – o Albergue. Haverá a venda de salgados e bebidas no local e toda a renda será dividida entre o albergue e a APMF da Escola Municipal Pedro Effco.

Redação do jornal Gazeta Informativa

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Atletas são-mateuenses embarcam para disputar a 2ª etapa dos Jogos Escolares
15º Jantar dos Torcedores do Coritiba é realizado
Ciclistas buscam ajuda de empresários para levar o nome do município no 11º Desafio da Serra do Rio do Rastro

Os comentários estão fechados