A erva-mate foi a protagonista do evento que reuniu centenas de moradores do município e região. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa e IG-Mathe)

Aconteceu no último domingo (19), em frente à Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul, a 1ª Festa da Colheita do Mate. O evento contou com a participação de representes de 10 ervateiras do município, que brindaram toda a população com produtos à base da erva-mate são-mateuense.

Além de representar o início da colheita da erva-mate produzida para a Indicação Geográfica (IG) – realizada no início do inverno de acordo com o regulamento –, a festa contou com a presença da equipe da Feira Gastronômica, que se reúne toda quarta-feira, na Rua Dom Pedro II, destacando a variedade dos produtos do município.

O evento foi organizado pela Associação dos Amigos da Erva-Mate de São Mateus (IG-Mathe), e patrocínio das ervateiras do município e das cooperativas Cresol, Sicoob e Sicredi. A Prefeitura Municipal também foi apoiadora da ação.

“A festa superou todas nossas expectativas em público participante, diversidade e variedade na gastronomia. Contamos com diferentes tipos de chopp’s artesanais, quantidade de expositores, número de mateadores e principalmente, o respeito do público em relação ao nosso evento. Tudo transcorreu na maior e perfeita harmonia. À todos nosso respeito e agradecimento”, destaca a equipe da IG-Mathe. A maior intenção da Festa foi intensificar a valorização do IG, mostrando a importância da Indicação para produtores e a comunidade em geral.

Os membros da IG-Mathe – constituída em 2014 –, comentam que a ideia da realização de um evento anual já estava fazendo parte do planejamento de toda a equipe. Após a experiência com as festividades de aniversário da cidade, o grupo resolveu coordenar a própria festa, lançando a 1ª Festa da Colheita. “Planejamos este evento cuidando de todos os detalhes e principalmente enaltecendo a história, o produto e o produtor de erva-mate”, garantem. A Associação afirma estar planejando mais edições da festa.

“A festa superou todas nossas expectativas em público participante, diversidade e variedade na gastronomia. Contamos com diferentes tipos de chopp’s artesanais, quantidade de expositores, número de mateadores e principalmente, o respeito do público em relação ao nosso evento. Tudo transcorreu na maior e perfeita harmonia. À todos nosso respeito e agradecimento”, destaca a equipe da IG-Mathe. A maior intenção da Festa foi intensificar a valorização do IG, mostrando a importância da Indicação para produtores e a comunidade em geral.

Os membros da IG-Mathe – constituída em 2014 –, comentam que a ideia da realização de um evento anual já estava fazendo parte do planejamento de toda a equipe. Após a experiência com as festividades de aniversário da cidade, o grupo resolveu coordenar a própria festa, lançando a 1ª Festa da Colheita. “Planejamos este evento cuidando de todos os detalhes e principalmente enaltecendo a história, o produto e o produtor de erva-mate”, garantem. A Associação afirma estar planejando mais edições da festa.

Ganhadores das competições

Para movimentar a interação da população com o evento, a organização lançou durante a divulgação da festa as competições de maior folha de erva-mate, maior cuia de porongo e maior roda de chimarrão. Os ganhadores levaram para casa premiações em dinheiro.

Maior folha de erva-mate: Reneau Joaquim Cordeiro faturou R$ 250 com a maior folha de erva-mate, que mediu 26,6 centímetros. O ganhador doou o seu prêmio para os Anjos de Plantão, para colaborar com a campanha #TodosPeloDudu.

Maior cuia de porongo: com 1 metro e 40 centímetros, o Grupo Folclórico Polonês Karolinka foi o ganhador da maior cuia de porongo inscrita na competição. O Karolinka faturou R$ 250, que será utilizado para a viagem do grupo até a Polônia.

Maior roda de chimarrão: duas equipes estavam participando da competição em busca do prêmio máximo de R$ 2 mil. De um lado, o Grupo Karolinka – que entrou na disputa para arrecadar dinheiro para a viagem até a Polônia; do outro a união entre os Anjos de Plantão, Mafia, Resgate Gaúcho, Colégio Estadual São Mateus e Tio Alex – em busca de dinheiro para a campanha #TodosPeloDudu. Toda a ação reuniu 570 mateadores, e o Grupo Karolinka somou 306 participantes, faturando R$ 2 mil. O segundo grupo – com 264 pessoas –, levou para casa R$ 1 mil.

Maior folha de erva-mate, cuia de porongo e roda de chimarrão foram destaques durante as competições. Mais de R$ 3.500 reais em prêmios foram entregues.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Desenvolvimento são-mateuense: NDE elege nova diretoria
Vendas da Black Friday supera as expectativas em 2019
Ação solidária arrecada alimentos e produtos de higiene em São Mateus do Sul