Existem fotografias que não chamam muita nossa atenção no primeiro olhar, mas acabam tornando-se bem curiosas. Como nos diz Ana Maria Mauad, a fotografia é uma fonte histórica que demanda por parte do historiador um novo tipo de crítica. Segundo essa autora, o testemunho é válido, não importando se o registro fotográfico foi feito para documentar um fato ou representar um estilo de vida. (MAUAD,1996, p.8).

Em preto e branco, essa fotografia mostra a imagem de um painel organizado com fotografias de São Mateus do Sul. As dimensões da fotografia escolhida são 13 cm por 8 cm e apresenta uma tonalidade amarelada, mas em bom estado de conservação com imagem nítida. Apenas o painel pode ser visualizado, em formato retangular, fixado em tábuas de madeira. São 22 fotografias com algumas legendas. No verso da foto, apenas a inscrição: “S. M. Do Sul Exposição 1959”. Não temos a autoria da fotografia, nem data ou local. Nenhuma informação no arquivo da Casa da Memória sobre essa fotografia em específico.

Supostamente, esse painel pode ter sido feito para alguma exposição escolar, muito comum nas escolas, principalmente em datas cívicas. Existe a possibilidade de ter sido feita para uma comemoração do aniversário do município (21 de setembro), pois as imagens são especificamente de São Mateus do Sul. A maior parte das fotografias do painel, mostram edificações que caracterizam nosso município, destacando a parte urbana. Algumas são de um acontecimento em específico: A enchente de 1954, no Rio Iguaçu.

Outro fator interessante nesse painel são as legendas das fotografias. Foram nomeadas cada uma das 22 fotografias, da forma que o organizador ou organizadores, identificavam os lugares (achei bem curioso e ao mesmo tempo faz uma referência ao passado). Por exemplo, a antiga rodoviária foi escrita na legenda como “Ponto de ônibus”. Uma imagem sobre o antigo Porto de São Mateus se repete, mas os textos são diferentes; inclusive está escrito em uma delas “Terra da erva-mate”. Em uma das fotografias de edificações está escrito na legenda Banco Inco, e apenas algumas pessoas lembram que esse banco funcionou em São Mateus do Sul na década de 1960. Essa foi a primeira função dessa edificação (construída no final da década de 1950). Sobre uma das fotografias que aparece a ponte sobre o Rio Iguaçu, está escrito “Ponte da Rodagem”, uma expressão utilizada quando a ponte foi construída (outra referência do passado). Apenas alguns exemplos curiosos sobre essas imagens.

Hoje, nosso olhar, nosso entendimento, nossa interpretação é uma. Amanhã poderão surgir outros questionamentos, outras discussões que tornam a História uma ciência dinâmica, sempre em movimento. As informações também servem de indícios para outras pesquisas.

Referências
MAUAD, Ana Maria. Através da imagem: Fotografia e História Interfaces.

Últimos posts por Hilda Jocele Digner (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Fotografia de cartão-postal
IGREJA CENTENÁRIA DA ÁGUA BRANCA
Fotografia da Cooperativa do Mate