(Imagem Ilustrativa)

Olá amigos leitores!!! Dando sequência às semanas alternadas de história e poesia, hoje é dia de mais um passeio rimado. E vamos trazer os versos de outro poeta são-mateuense, o jovem Lucas Faria, e com ele discutir a métrica na poesia. Embarque comigo nesta viagem poética!

Conheci o Lucas há alguns anos e logo que vi suas poesias elogiei a precisão de sua métrica. Para minha surpresa, Lucas não era um estudioso da poesia, e sua métrica era algo que saía naturalmente, sem que ele fizesse esforço ou contasse as sílabas.

Para que você entenda, a métrica na poesia é dada pela quantidade de “sílabas poéticas” em cada verso. E a sílaba poética é diferente da sílaba que comumente aprendemos na escola. Por exemplo, no verso: “Brincando em meu olhar – essa menina”, teríamos 12 sílabas comuns, mas possui apenas 10 sílabas poéticas, pois na contagem deste tipo especial de sílaba temos algumas regras, como a união de palavras que começam e terminam com vogal, e a contagem somente até a última sílaba tônica do verso. Isso pode parecer bobagem para quem não lida com a poesia, mas faz toda a diferença na sonoridade da composição.

O soneto abaixo tem o título “Essa Menina”, e foi extraído do livro Em Contrastes, do Lucas Faria. Na contagem de sílabas, ele é um soneto decassílabo, pois cada verso tem dez sílabas poéticas

Essa menina

Que tal essa menina de voz doce
Que canta, me desmancha e me adormece?
E já outra inspiração não me carece
Porque toda a ilusão da vida trouxe.

Que tal essa menina de bons versos?
Diversos sonhos belos de um poeta
Na arte tu és o par que me completa
Quimera visitar teu universo.

Será sempre bem-vindo o teu sorriso
Menina… ah, essa menina toda artista
Mais plena do que o sol no paraíso

Melódica pintura impressionista.
Infindo levitar da bailarina
Brincando em meu olhar – essa menina.

Hoje ficamos por aqui! Se você escreve poesias, mande para o meu e-mail, para que possamos compartilhar com os demais leitores, assim como fizemos com os belíssimos versos do Lucas Faria.

Até a próxima semana e céus limpos para todos nós!

Gerson Cesar Souza
Últimos posts por Gerson Cesar Souza (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
O fotógrafo fotografado…
O Padre que recebeu o Imperador, confessou o Bispo, desenterrou a defunta e foi exilado em São Mateus do Sul
Da Fazenda Pedreira ao Sítio do Pica-Pau Amarelo: O Petróleo é Nosso!