Religiosidade

A simplicidade no caminho de encontro ao amor de Deus

Os pequenos detalhes e a simplicidade do amor à Deus marcaram a data católica de Corpus Christi. (Fotos: Gazeta Informativa)

Olhando pelas ruas no entorno das paróquias e comunidades de São Mateus do Sul na quinta-feira de Corpus Christi, celebrada no dia 31 de maio, percebemos a devoção do povo que se uniu em testemunho de religiosidade.

Nesse dia, é tradicional a montagem de tapetes que demonstram a fé da comunidade sobre a importância da Eucaristia, caracterizada no catolicismo como o momento da Santa Ceia e a manifestação do Corpo e Sangue de Jesus Cristo.

Junto disso, percebemos os gestos de amor na preparação dos tradicionais tapetes expressando o carinho com a Santíssima Trindade. Nessas ocasiões são usados serragens, pó de café, erva-mate, produtos reutilizáveis e muita criatividade.

A passagem pelo tapete também tem um significado muito especial. O ostensório, que armazena o Corpo de Cristo na hóstia, é carregado pelo sacerdote por essas ruas enfeitadas, e os fiéis só podem pisar nesses desenhos após a passagem do padre. É uma representação de que Jesus anda por ali e é recebido com um belo tapete pelas ruas.

Engana-se quem pensa que a fé é demonstrada no deslumbre de riquezas. A simplicidade é uma das formas mais singelas de trazer para a vida das pessoas o verdadeiro amor de Deus.

Essa fé estava presente na rua da casa da dona Catarina Lubacheski, que esperava ansiosa a passagem dos tapetes em frente a sua residência com a tv ligada nos tradicionais canais religiosos.

Andando mais pelo lado e observando a riqueza dos detalhes, encontramos o pequeno Ruan Ferreira, que com apenas 6 anos, ajudava sua mãe a preparar o tapete decorado em frente a sua casa.

Dobraduras, pétalas de rosas e objetos coloridos foram separados cuidadosamente para que na manhã de quinta-feira, a comunidade manifestasse sua admiração pelo sacramento da Eucaristia.

“Deus é simples. Sua presença é tão grande que não conseguimos explicá-la. Mas ele é tão pequeno que cabe em nosso coração. A preparação dos tapetes faz uma breve menção ao Domingo de Ramos, quando a presença de Deus também é aclamada pela comunidade”, explica o Padre João Henrique Lunkes, pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida e Czestochowa, da Vila Nepomuceno.

O padre também acredita que a simplicidade e a sinceridade possuem um forte valor para a aproximação com Deus. “Precisamos pensar em nossa espiritualidade em primeiro lugar”, defende.

Corpus Christi em São Mateus do Sul

Na data religiosa, as três paróquias reuniram-se em celebrações. O dia começou cedo para os moradores da Vila Nepomuceno, lugar onde está localizada a Paróquia Nossa Senhora Aparecida e Czestochowa em São Mateus do Sul.

Na manhã de Corpus Christi, toda comunidade se mobilizou para a confecção dos tradicionais tapetes enfeitados. Líderes de diversas pastorais uniram a criatividade e somaram a fé transmitida nesse dia para a elaboração de tapetes coloridos. Iniciando a preparação às 8h, a Santa Missa foi celebrada às 15h e uniu fiéis da comunidade.

A Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, da Vila Prohmann iniciou as confecções dos tapetes às 8h de quinta-feira (31). A missa aconteceu às 15h, com procissão logo após. A Paróquia contou com a colaboração da Igreja Ucraniana Sagrada Família.

Os devotos da Paróquia São Mateus iniciaram as atividades logo às 6h, com o raiar do sol, e prepararam cerca de 600 metros de tapete. Após a celebração da missa, que iniciou às 10h, os fiéis acompanharam a procissão que durou pouco mais de 40 minutos.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Colônia Iguaçu realiza teatro ao ar livre em homenagem a vida de Jesus Cristo na Sexta-feira Santa
Paróquia Perpétuo Socorro terá missa de consagração do novo altar neste sábado (14)
Paróquia da Vila Nepomuceno realiza o 10º Ognisko