Artigo de Opinião

A terra dos vikings que abriga polacos

Aurora boreal na Lagoa Jokulsarlon na Islândia. (Imagem Ilustrativa)

No artigo dessa semana embarcaremos em uma viagem totalmente diferente. Vamos conhecer um lugar que está no topo da minha lista de “Países Para Visitar No Futuro”. Uma terra regada a mitologia que faz com que a realidade se transforme em um conto de fadas. Hoje vamos para a Islândia: a Terra do Fogo e Gelo!

Além do futebol, a Copa do Mundo também nos traz um pouco do conhecimento cultural dos países participantes, conferindo assim, a parte histórica de cada um deles. Participando de sua primeira Copa, a Islândia ganhou os olhos de muitas pessoas para seu valor turístico, exótico e ambiental.

Se tornando manchete em noticiários, a pequena ilha de 103.000 quilômetros quadrados localizada próximo ao Círculo Polar Ártico, proporcionou para todo o resto do mundo a vontade de explorar de perto a sua realidade.

Conheci o país há alguns anos em um programa de podcast (plataforma de comunicação por áudio). Ouvindo a narrativa sobre sua história, fui levada a pesquisar ainda mais sobre esse lugar mágico, e como é de praxe, encontrei alguns artigos e imagens do país no Google, e voilà: as peculiaridades da Islândia realmente chamam a atenção.

Situado no meio de duas placas tectônicas (a Norte-americana e a Euroasiática), o país é conhecido pela grande quantidade de vulcões devido a sua localização. Por se encontrar nas proximidades do Círculo Polar Ártico, a temperatura não passa dos 15ºC, trazendo com isso seu apelido de “Terra do Fogo e Gelo”.

Pesquisando um pouco mais sobre o país, encontrei na Revista Galileu, esse fragmento: “mesmo que o país seja bastante gelado, durante o solstício de verão do Hemisfério Norte, seus cidadãos aproveitam quase 21 horas de sol. Chamado de sol-da-meia-noite. O astro se põe à meia-noite e amanhece por volta das 3 horas da madrugada.”

Fora a experiência de passar praticamente o dia todo com sol em determinada época do ano, os moradores da Islândia podem observar o fenômeno das auroras boreais (luzes que aparecem no céu através da interação das partículas trazidas pelo vento solar com a atmosfera e o campo magnético terrestre).

A terra viking guarda muitas montanhas, cachoeiras e lugares que ganharam destaques em filmes e séries, como: Game of Thrones; Thor: The Dark World; Noé; Prometheus; Batman Begins; Interstellar; entre outros.

Em uma reportagem especial elaborada pela British Broadcasting Corporation (BBC), o país está em busca de imigrantes para garantir um avanço econômico. A Islândia é líder entre 139 países em uma pesquisa sobre os destinos mais receptivos aos imigrantes. A maior comunidade de imigrantes no país é a dos poloneses – 38,3% do total de imigrantes –, seguidos pelos lituanos (5,2%) e filipinos (4,5%).

Então você, amigo que também tem descendência polonesa, que tal dar um pulo na Islândia? Talvez você não consiga aprender de primeira o islandês (língua oficial do país), mas já dá para mandar um “dzień dobry” (bom dia em polonês), para alguns conterrâneos.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
A valia da parceria entre os meios de comunicação
As minhas duas décadas
Reparamos demais nos outros e esquecemos da gente