As ruas que escoam o trânsito da principal avenida da cidade, como a Tenente Max Wolf Filho, também abrigam atividades comerciais importantes, cujo funcionamento está atrelado às normas contidas no decreto municipal mais recente.
(Fotos: Éber Deina/Gazeta Informativa)

A Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul emitiu no dia 15, um decreto municipal (nº 912/2020) com algumas determinações acerca das medidas de combate ao coronavírus em nossa cidade. O Artigo 42 do decreto determinou a suspensão de algumas atividades, por prazo indeterminado. É o caso dos estabelecimentos e atividades de casas noturnas, bares, pubs, casas de eventos, clubes, associações recreativas e salões de festa, ambientes onde rotineiramente ocorre a aglomeração de várias pessoas.

No sábado (18), ocorreu uma ação conjunta entre a equipe da Vigilância Sanitária de São Mateus do Sul e a 3ª Companhia da Polícia Militar. O objetivo do ato foi orientar os proprietários dos estabelecimentos para o cumprimento correto das determinações estabelecidas no decreto. Ocorreu admoestação verbal para o cumprimento das regras e fechamento dos estabelecimentos, ação que objetiva evitar o estágio de transmissão comunitária do vírus em nosso município.

Em caso de não cumprimento dos pontos estabelecidos no decreto, será considerada infração à legislação municipal. O infrator estará sujeito às penalidades de admoestação verbal, multa, interdição cautelar do estabelecimento (até 48 horas), suspensão temporária da licença de funcionamento ou alvará (até 30 dias) e a cassação dos mesmos.

A ação da Vigilância Sanitária

De acordo com Rosiane Libel, Agente de Vigilância Sanitária no município, a ação buscou englobar diferentes regiões da cidade. “Na ocasião foram abordados 22 estabelecimentos em funcionamento irregular, nas regiões do Jardim Santa Cruz, Vila Palmeirinha, Centro, Vila Prohmann, Vila Boaski, Vila Bom Jesus, Vila Nepomuceno, Colônia Cachoeira, Santana e Tesoura. O objetivo foi verificar o cumprimento das normas estabelecidas pelo último decreto municipal, muito importantes no combate ao Covid-19”, afirmou ela.

A ação da Polícia Militar

O Aspirante à Oficial da Polícia Militar, Henrique Pilz Tschoeke, que atualmente comanda a 3ª Companhia em São Mateus do Sul, afirmou que a Polícia está realizando uma série de operações no sentido de fiscalizar o cumprimento das normas do decreto. “A Polícia Militar está auxiliando a Prefeitura Municipal e a Vigilância Sanitária nessa ação conjunta, estando preparada para atuar em prol do cumprimento das normas de segurança estabelecidas pelo decreto municipal. Salientamos a importância da colaboração dos comerciantes e também as medidas sanitárias que devem ser tomadas por aqueles estabelecimentos que já podem estar abertos. É uma ação visando a proteção de todos os cidadãos do município”, declarou ele.

A fiscalização continua

No decorrer da vigência do decreto, a fiscalização continuará sendo efetuada pelos órgãos responsáveis. Tanto a Vigilância Sanitária, quanto a Polícia Militar, salientam o papel de agente de fiscalização que todo cidadão pode desempenhar. Em caso do não cumprimento das medidas, todas as pessoas podem utilizar o telefone da Ouvidoria do Município (156) ou o da Polícia Militar (190), para efetuar denúncias anônimas.

A Avenida Ozy Mendonça de Lima é sede de vários estabelecimentos comerciais em funcionamento, que estão atuando de acordo com as normas de segurança sanitária estabelecidas pelo decreto nº 912/2020.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Espetáculo de cantos gregorianos foi destaque nas sacadas do Hotel Dom Leopoldo
Sanepar não faz leitura presencial para proteger consumidores e leituristas
Prefeitura executa serviços de limpeza do Rio Canoas