Política e Cidadania

Acompanhe as principais datas das mobilizações nas Eleições 2018

Tribunal Superior Eleitoral também lançou as estatísticas do eleitorado dos municípios brasileiros. (Imagem Ilustrativa)

A largada para as eleições já começou nesta quinta-feira (16), com o início das campanhas eleitorais, onde os brasileiros definirão: Presidente da República; Governador; Senador, no caso do Paraná serão dois; Deputado Federal e Deputado Estadual no dia 7 de outubro.

O ano eleitoral, além de ser entendido como um ano de mudança no cenário político, também é o momento para que os brasileiros exerçam a sua cidadania e lutem por seus ideais dentro do sistema político. Portanto, é a hora de checar as datas com cuidado e não se esquecer de regularizar sua situação, como em alguns casos: a transferência do título de eleitor, solicitação o voto em trânsito, atualização de dados ou resolvendo os problemas necessários.

Em 2018 o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), lançou os dados com as estatísticas do eleitorado dos municípios brasileiros, com dados sobre gênero, faixa etária, estado civil e grau de instrução.

O processo eleitoral de 2018, contará com 147.302.357 eleitores em todo o território nacional, onde 52,5% do total são mulheres, perfazendo um total de 77.337.919 brasileiras, enquanto os homens alcançam 47,5% do total, sendo 69.901.037 brasileiros.

No Paraná, serão 7.971.087 eleitores aptos a votar, onde 52,4% são mulheres, totalizando 4.178.329, enquanto os homens somam um total de 47,6%, sendo 3.791.941 eleitores do sexo masculino.

A 12ª Zona Eleitoral, abrangendo os municípios de Antonio Olinto e São Mateus do Sul, possui atualmente 38.195 eleitores aptos a votar. São Mateus do Sul contará com 31.924 eleitores aptos, sendo que 50,3% é constituído por mulheres, 16.052 eleitoras e 49,7% por homens, 15.872 eleitores. O município de Antonio Olinto contará com 6.271 eleitores aptos a votar, dentre os quais 52,8% são homens, 3.313 eleitores e 47,2% são mulheres, 2.958 eleitoras.

Esses e outros dados estatísticos atualizados das eleições de 2018 podem ser conferidos em página lançada pelo TSE: www.tse.jus.br/eleições.

Calendário Eleitoral

15 de agosto: prazo para que os partidos e coligações registrassem seus candidatos a todos os cargos políticos, até às 19h do dia.

16 de agosto: início das campanhas eleitorais. Os partidos e coligações poderão funcionar das 8h às 22h, realizando comícios e fazendo uso de alto-falantes ou amplificadores de som, nas suas sedes ou em veículos. A partir dessa data também será permitida a propaganda eleitoral na internet, desde que não seja paga.

31 de agosto: início da propaganda eleitoral gratuita na televisão e no rádio.

3 de setembro: dia em que o eleitor, que requereu o voto em trânsito, poderá consultar seu local de votação para o primeiro turno e o eventual segundo turno.

9 de setembro: os partidos e coligações, a partir dessa data, deverão enviar à Justiça Eleitoral a prestação parcial de contas, cujas informações serão o registro da movimentação financeira e/ou estimável em dinheiro ocorrida desde o início da campanha, que será realizada até o dia 8 de setembro de 2018.

13 de setembro: último dia para que os partidos e coligações prestem contas à Justiça Eleitoral, como citado na data acima.

15 de setembro: nesse dia, a prestação parcial de contas, citada nas duas datas acima, será publicada na internet, no site da Justiça Eleitoral.

17 de setembro: os tribunais regionais eleitorais deverão ter julgado todos os pedidos de candidatura e as devidas decisões relativas a eles nesse dia.

22 de setembro: nenhum candidato poderá ser detido ou preso a partir dessa data, de acordo com o código eleitoral, exceto em caso de flagrante delito.

27 de setembro: último dia para que o eleitor tire a segunda via do seu título de eleitor, dentro do seu domicílio eleitoral. A partir do mesmo dia, a Justiça Eleitoral informará ao eleitor o que é preciso para votar.

2 de outubro: nenhum eleitor pode ser preso a partir dessa data, salvo se for flagrado cometendo algum delito, ou em virtude de sentença criminal que condena o eleitor por crime inafiançável, ou por desrespeito a salvo-conduto. Nesse caso, salvo-conduto eleitoral é a garantia de que um eleitor não seja preso ou seja impedido de votar, dias antes à eleição. O salvo-conduto serve também aos candidatos que não podem ser presos nos 15 dias anteriores à eleição.

4 de outubro: último dia para a campanha eleitoral gratuita em rádios e sistemas de televisão. A data também é prazo final para a transmissão de debates, propaganda política por meio de reuniões públicas ou para a promoção de comícios.

5 de outubro: último dia para a divulgação de propaganda eleitoral paga na imprensa escrita e na cópia de jornais impressos, divulgados na internet com campanhas eleitorais.

6 de outubro: último dia para a propaganda eleitoral por meio de alto-falantes, por distribuição de material gráfico e pela promoção de caminhada, carreata, passeata ou carro de som.

7 de outubro: dia das eleições (primeiro-turno). O início da votação será às 8h e se estenderá até às 17h. A partir das 17h, ocorrerá a emissão dos boletins de urna.

8 de outubro: a partir das 17h, decorrido o prazo de 24 horas do encerramento das votações, será permitida a promoção de carreata, a distribuição de material de propaganda política para o segundo turno, assim como a propaganda eleitoral com alto-falantes ou amplificadores de som, a promoção de comício ou utilização de aparelhagem de sonorização fixa.

9 de outubro: término, após as 17h, do período em que nenhum eleitor poderá ser preso ou detido de acordo com o Código Eleitoral, art. 236.

10 de outubro: o mesário que se ausentar, abandonando sua função durante a eleição, deverá apresentar sua justificativa até essa data. Também será o último dia para que a Justiça Eleitoral disponha, na internet, os boletins de urna recebidos para a totalização, bem como a tabela de correspondências efetivadas, em que deverão constar o horário de encerramento da totalização em cada unidade do país.

12 de outubro: início da propaganda eleitoral gratuita no rádio e televisão, relativa ao segundo turno.
28 de outubro: dia das eleições (segundo turno). O início da votação será às 8h e se estenderá até às 17h. A partir das 17h, ocorrerá a emissão dos boletins de urna.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Servidores da Prefeitura Municipal manifestam questões salariais na Câmara de Vereadores
Criação de sistema de inspeção de produtos no município causa debate entre vereadores
Eleições Municipais 2016: O que pode e o que não pode?