Odontologia e Saúde Bucal - Valéria Kruchelski Huk

Aftas: conheça um pouco mais

Imagem Ilustrativa

Um dos problemas bucais mais comuns é a afta, cerca de 10% a 25% da população já teve essa ferida alguma vez na vida. No entanto, muitas pessoas ainda têm dúvidas com relação as características, os sintomas e as principais causas.

O que é a afta?
Também chamada e Ulcerações Aftosas Recorrente, a afta é uma das principais feridas que aparecem na boca. Apresenta formato arredondado, a sua cor é esbranquiçada ou amarelada e podemos observar uma borda avermelhada e brilhante ao redor. Consideramos um grau leve de afta quando a pessoa tem até 3 aftas por ano, o grau moderado é quando apresenta até 8 aftas por ano e nos casos mais severos a pessoa passa muitos períodos do ano com a ferida na boca.

Quais são os principais locais da boca onde podemos ter afta?
Essas feridinhas geralmente aparecem nos lábios, bochecha e língua. Sendo que a região de gengiva e “céu da boca” não são comuns de ter afta.

Quais são os sintomas da Afta?
Os sintomas mais comuns incluem a dor, sangramento na região da ferida, dificuldade para mastigar alimentos ou engolir e perda do paladar. Além disso, em alguns casos pode ocorrer febre e indisposição.

Quais são as causas da Afta?
As principais causas são: deficiência do sistema imunológico, deficiência nutricional (falta de algumas vitaminas ou outros componentes no organismo), estresse, alimentos muito ácidos (como o abacaxi, por exemplo), hereditariedade, algum agente agressor (quando mordemos sem querer a bochecha ou a língua, pessoas que usam aparelhos, etc). Além disso, o aparecimento da afta pode estar relacionado com alguma medicação ou tratamento (como a quimioterapia).

Qual o tratamento para Afta?
Quando a ferida aparece na boca não existe uma forma de eliminá-la. Muitas vezes podemos encontrar “receitas” para tratar dessas feridas, no entanto, elas desaparecem entre 10 a 14 dias. Caso você tenha aftas com muita frequência, ou que a dor e o desconforto impossibilitem de realizar as atividades normais do dia-a-dia é importante que você procure um dentista para que ele possa orientar no que você deve fazer. Importante: receitas com sal ou bicarbonato não devem ser realizadas sem orientação de um profissional, pois isso pode agravar o quadro do paciente.

Existe alguma classificação das aftas?
Sim, elas podem ser divididas em três grupos de acordo com as características. O primeiro grupo chamamos de: “Aftas Menores”, são feridas pequenas e muito dolorosas que podem aparecem de forma única ou mais de uma ferida. Elas somem espontaneamente entre 5 a 10 dias sem deixar cicatriz. O segundo grupo chamamos de: “Aftas Maiores”, diferente da primeira, o tamanho dessas feridas é um pouco maior. Além disso, são extremamente dolorosas e podem, até mesmo, incapacitar o paciente para atividades normais. Sua duração também é maior, entre 3 a 6 meses e cicatriza deixando marcas. O terceiro – e último – tipo de afta é chamado “Afta herpetiforme”, nesses casos aparecem várias aftas pequenas e muito dolorosas na boca.

Lembre-se: As aftas duram em média uma semana. Feridas que permanecem por longos períodos e demoram mais do que esse tempo para desaparecer exigem uma atenção especial. Por isso, em caso de feridas que não cicatrizam procure um dentista para uma avaliação mais detalhada.

Cuidar da saúde bucal é cuidar de você! Fique atento quando algo não está bem na sua boca, procure um profissional, faça avaliações com um dentista da sua confiança periodicamente. A saúde começa pela boca!

REFERÊNCIAS:

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1415-54192009000100003&script=sci_arttext
http://www.moreirajr.com.br/revistas.asp?fase=r003&id_materia=3210

Últimos posts por Valéria Kruchelski Huk (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
A equipe odontológica: Auxiliar de Saúde Bucal (ASB)
Cárie: entenda um pouco mais!
Bruxismo, você sabe o que é?