(Imagem Ilustrativa)

Essencial a todas as formas de vidas, a água salgada dos mares nos fornece oxigênio e uma fonte de alimentos inesgotável, a água doce sacia a nossa sede, quando fresca e potável.

Com ela nossos banhos tomamos, nossas plantas regamos, nosso alimento cozinhamos e nossas roupas lavamos.

Nos rios, de calmo remanso algum peixe pescamos enquanto ela segue, para logo depois da próxima curva, precipitar sem medo de grandes alturas, formando as lindas cachoeiras, que nós todos admiramos.

Água, pela sua importância você deve ser o sopro divino que sempre ouvimos falar, você nos dá tudo, e nós te usamos, mas não te respeitamos, não te protegemos, e nem te cuidamos.

Mas querida água, lembraremos de ti com saudades, no dia que não te encontrarmos mais, nem nas torneiras, nem nos rios, nem nas nuvens, e então será tarde demais.

Água querida que me deu a vida, quero pelo menos te dizer que sou grato a ti, não só pela vida, mas também pelas diversas vezes que você abriu as comportas do meu olhar e rolou pelo meu rosto, por emoção, por alegria e também pela tristeza da morte, originaria da minha cultura, quando você sem intenção se tornou sepultura.

Muita paz a todos.

Oscar Okonoski
Últimos posts por Oscar Okonoski (exibir todos)

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS
Amar ao próximo como a ti mesmo
Os Falsos Profetas
Couraça da caridade