Artigo de Opinião

Ahhh, as redes sociais

A volta do plano de arborização na área urbana de São Mateus do Sul me deixou com uma sensação de alívio por não terem esquecido um projeto de grande renome para o bem das árvores e arbustos do município, e também para o reconhecimento nacional da cidade com um plano tão bem estruturado e analisado por profissionais dedicados à causa.

Quando falamos sobre questões ambientais, algumas pessoas enaltecidas pelo caráter empresarial extremamente embasado por níveis excessivos monetários viram os olhos para uma causa que é de grande importância no ambiente em que vivemos. O bem que a volta desse projeto de arborização traz não tem foco apenas nas árvores do município, mas a busca para o bem-estar delas que “consequentemente”, trará uma melhora no ar em que vivemos, e evitar possíveis tragédias causadas pelas quedas de árvores que podem fazer a população são-mateuense de vítima, logo que o projeto retira as árvores em mal estado, presentes nas calçadas. Vale a pena salientar que esse plano de arborização não é enfatizado apenas pela avenida da cidade, mas sim, nos bairros presentes em toda área urbana do município.

Recentemente observei uma postagem de crítica em uma rede social sobre a retirada das árvores que estavam em torno do cemitério municipal, olhando a reclamação das pessoas, verifiquei em alguns de seus discursos a seguinte descrição “mais árvores e menos prefeituras”. Para divulgar este tipo de informação, acredito que a pessoa precisa estar ciente dos motivos da retirada das árvores que ali se encontravam, para que depois, com informações concretas, possa mostrar o seu ponto de vista. Não estou aqui para mudar o pensamento de nenhuma pessoa na relação “eu” e “prefeitura”, mas estou aqui para mostrar o real motivo da retirada das árvores que ali se encontravam, e principalmente: mostrar que nem tudo que está nas redes sociais é verdade.

Alguns meses atrás, a proposta da própria prefeitura municipal para a elaboração de um projeto de paisagismo em torno de cemitério foi lançada para os alunos do curso Técnico em Meio Ambiente do Colégio Estadual São Mateus, o qual, estuda de maneira prática e teórica o manejo dos recursos naturais, principalmente os de vias públicas. Todas as turmas tiveram a proposta de elaborar um projeto para a reestruturação natural do cemitério municipal (o qual contava com grande demanda de problemas como: queda de galhos pelo mau estado das plantas que ali estavam, calçadas deterioradas pelo crescimento de espécies que não poderiam estar naquela região e também pelo descaço de algumas pessoas com a jogada de entulhos que restavam de obras nos túmulos).

E foi aí que começou o trabalho dos alunos de todas as turmas do curso técnico, que se empenharam em realizar da melhor maneira possível o que foi requisitado, com desenhos autoexplicativos e análise teórica das espécies que ali poderiam ser portadas (logo que, a formalização desse tipo de atividade requer um estudo sobre o que a espécie de árvore pode ou não causar no ambiente portado).

Após toda essa tramitação colégio e prefeitura municipal, o trabalho de uma turma foi escolhido, e que da maneira mais responsável, está sendo efetuado, com a ajuda dos profissionais de engenharia florestal que voltaram com Projeto Diretor de Arborização do nosso município com apoio da prefeitura municipal.

Acredito que quando nos informamos sobre o que se passa em nosso município é que alcançamos a melhoria que é tanto desejada por todos. Acredito também que críticas quando construtivas não só ajudam, mas fazem que com meios públicos representativos tomem alguma providência com o caso.

Precisamos ter a consciência de que não é postando nas redes sociais a sua indignação que o alcance para a mudança realmente será efetivado. É saindo da comodidade da sua casa, indo atrás de informações e pesquisando mais sobre o que realmente acontece que seu objetivo será alcançado.
Parabéns pelo pensamento sustentável para manter uma cidade arborizada do jeito certo Prefeitura de São Mateus do Sul.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Vamos falar das árvores que estão sendo retiradas em alguns pontos da cidade?
Não olhe para baixo
É sobre amar o próximo