(Imagem Ilustrativa)

Com o avanço da variante Ômicron, o Ministério da Saúde busca novas estratégias que visem a proteção dos brasileiros. Nesse sentido, diversos processos estão sendo revistos e analisados em busca de um melhor planejamento em relação ao Coronavírus.

Antecipação da dose de reforço

A partir da última segunda-feira, 20 de dezembro, passou a ser indicada a redução do intervalo de cinco para quatro meses entre a segunda dose e a dose de reforço da imunização contra a Covid-19.

“A dose de reforço é fundamental para frear o avanço de novas variantes e reduzir hospitalizações e óbitos, em especial em grupos de risco. A portaria com a modificação será publicada na segunda-feira. Informem-se sobre o calendário vacinal de seu município e veja se já chegou a sua vez”, escreveu o ministro da saúde, Marcelo Queiroga, em seu perfil numa rede social.

Intervalo da Pfizer

Em São Mateus do Sul, já está sendo realizada a recomendação da Deliberação 345 de 17/12/2021, da Comissão Intergestores Bipartite do Paraná, com a qual houve a redução do prazo entre a primeira e segunda dose da Pfizer para 3 semanas, o que antes era realizado somente com 8 neste intervalo.

Com isso, as pessoas com 12 anos ou mais que tomaram a primeira dose do imunizante, devem seguir esse prazo de 21 dias para a segunda dose.
O novo prazo vale somente para quem tomou a primeira dose da Pfizer. As demais vacinas seguem com a data prevista no cronograma a seguir:

– CoronaVac: 25 Dias após a 1ª Dose.
– Janssen: 60 Dias após a 1ª Dose.
– AstraZeneca: 80 Dias após a 1ª Dose.

Vale ressaltar que, para a vacinação, é obrigatória a apresentação de comprovante de residência, documento com foto e CPF e a carteira de vacinação.

Apelo em São Mateus do Sul

Infelizmente, em nosso município, muitos são-mateuenses não estão comparecendo para aplicação da 2ª dose e também para a de reforço contra a Covid-19.

A secretária de Saúde Daiane Metka faz um apelo para que a comunidade que necessita do reforço ou da segunda dose, independente de qual imunizante, para que procure o Centro de Saúde e atualize a sua carteira referente a proteção contra o Coronavírus.

“Em respeito aos nossos profissionais de saúde e às pessoas que perderam os seus entes queridos, nós temos que nos proteger e proteger o próximo também”, disse a secretária Daiane em suas redes sociais.

Dessa forma, se já faz 5 meses que você tomou a 2ª dose, o solicitado é para que vá até o Centro de Saúde, ao lado do antigo Mercado Setenta para se vacinar, pois no ano de 2022 não terá a reposição para as pessoas que deixarem de tomar neste ano de 2021. O horário de atendimento é das 8h às 17h.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Osmar Terra defende que isolamento social não evita Covid-19
São Mateus do Sul identifica novas larvas de Aedes Aegypti?
Hospital recebe doação da Loja Maçônica