Paulo César Stempniak, de 10 anos, em sua fala na Câmara dos Deputados em Brasília.
(Fotos: Divulgação Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul/Reprodução Câmara dos Deputados)

O pequeno são-mateueuse Paulo César Stempniak, de 10 anos, da comunidade de Monjolos e aluno da Escola Municipal do Campo Altair Précoma, participou no dia 10 de outubro da sessão solene em homenagem às crianças e adolescentes na Câmara de Deputados, em Brasília – Distrito Federal. “Todo o nosso futuro está garantido por saber que vocês serão responsáveis por um Brasil melhor”, destaca o deputado federal Evandro Roman, que presidia a sessão.

São Mateus do Sul foi uma das cidades do Estado escolhidas para estarem participando da homenagem por ser referência na região segundo o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Em sua fala, Luiz Adyr Gonçalves Pereira, Prefeito Municipal, destacou a valorização da educação dentro do município. “Procuramos fazer os investimento necessários e tão importantes para essa área”, diz. Jorge Manfroni, Secretário da Educação, também enfatizou a importância do cuidado com os alunos e valorização dos professores.

Além da participação da equipe da Prefeitura Municipal, o pequeno são-mateuense discursou em plenário mostrando o seu orgulho de estudar em uma Escola do Campo. “Fiquei um pouco nervoso, mas muito feliz em representar os meus colegas. Que outras crianças também tenham essa oportunidade”, expressa.

Da esquerda para direita: Jorge Manfroni (Secretário de Educação), Luiz Adyr Gonçalves Pereira (Prefeito Municipal), Paulo César Stempniak (Aluno) e Evandro Roman (Deputado Federal).

Paulo foi o único aluno uniformizado durante a homenagem, e trouxe a representatividade da cultura interiorana são-mateuense para a capital brasileira. “Gostei de conhecer o Palácio do Planalto, o Palácio da Alvorada e de viajar de avião. Nunca esquecerei esses momentos na minha vida.”

Para a professora Jocenéia Augustinhaki, que ficou em casa assistindo toda a sessão o sentimento é de orgulho. “Por ser um aluno de uma Escola do Campo, eles muitas vezes sentem que são menos valorizados”, expressa. A profissional busca fazer com que eles sintam e demonstrem que têm o mesmo valor que os alunos da área urbana. “Eles podem fazer tudo que sonham”. Questionada sobre a repercussão na sala de aula do aluno em Brasília, Jocenéia conta a felicidade de todos da turma. “Ele levou um pedacinho de cada um. Representou muito bem toda a comunidade de Monjolos.”

Cláudia Burdzinski

Cláudia Burdzinski

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br
Cláudia Burdzinski

Últimos posts por Cláudia Burdzinski (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Auditoria Pública é realizada nas urnas da 12ª Zona Eleitoral
Novo prefeito de São Mateus do Sul avalia cenário econômico e faz projeções
Vereadores Mirins tomam posse na Câmara Municipal de Vereadores através do projeto Parlamento Jovem

Deixe seu comentário

*