Educação e Cultura

Alunos da Escola Pedro Effco aprendem a história do mate e o preparo do chimarrão

Fotos: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de São Mateus do Sul

Na sexta-feira (4), aproximadamente 650 alunos da Escola Municipal Pedro Effco, de São Mateus do Sul participaram de um projeto desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Semec), em parceria com a Ervateira Baronesa, que começou a percorrer as escolas para ensinar aos alunos o preparo do chimarrão.

A ideia de levar a cultura do mate para as escolas, partiu da Semec e logo foi abraçada pelos proprietários da ervateira, que recentemente inauguraram o primeiro Chima Truck do Brasil, com o intuito de levar a história, a cultura e os benefícios do chimarrão para todos os lugares. “Queremos levar a cultura e o gosto pela tradição e para começar, escolhemos a rede pública de ensino, temos a intenção de fazer a nossa parada em todas as escolas do município e contar para as crianças a importância que a erva-mate tem para a cidade”, disse o sócio da Ervateira Baronesa, Victor César Silveira.

Os professores receberam orientações de como trabalhar em sala de aula, na última Semana Pedagógica, realizada nos dias 24 e 25 de julho. Para o secretário, Jorge Manfroni, o resgate histórico é muito importante, ainda mais sendo abordado nessa fase das crianças. “Nessa idade e da maneira com que está sendo apresentado, elas jamais vão esquecer, e ainda, vão saber o valor que o mate tem para São Mateus do Sul”, afirmou.

De acordo com a Coordenadora Pedagógica, Makelle Pacheco, o trabalho é feito em conjunto, enquanto os professores explicam o tema em sala de aula, como as questões do plantio, cultivo e dos benefícios do chimarrão, os  alunos podem conferir tudo o que foi explicado, experimentando o resultado final, a bebida que é tão apreciada entre os são-mateuenses.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Grupo Karolinka recebe moção de aplausos da Câmara
Casa Familiar Rural de São Mateus do Sul realiza intercâmbio na França
Jovens do grupo de dança do Centro da Juventude são destaques em festivais de dança