Reflexão com Padre Marcelo S. de Lara

Ano Novo! Vida Nova?

(Foto: Divulgação)

Caro leitor(a), é com grande alegria que começamos a nos comunicar por meio desse veículo de informação, participando do início de um novo projeto, que envolve pessoas com desejo de lhes informar e formar e que também envolve você, que interage conosco.

Pois bem, inicia-se um novo ano, novas esperanças renascem no coração das pessoas, esperança de uma vida melhor ou até igual ao ano que se passou para alguns, quando o consideram positivo. A esperança é de obter novas conquistas no campo material, no campo afetivo, no nível espiritual, profissional e nas relações pessoais; esperança de se livrar dos sofrimentos e dificuldades enfrentadas.

A esperança é uma virtude que impulsiona, que nos lança para frente mesmo diante de situações negativas que estamos vivendo, porque dá a “certeza” de que as situações irão melhorar. Contudo, uma ressalva é importante, e que talvez algumas pessoas podem se esquecer.

A esperança não é uma atitude passiva, de simplesmente ficar esperando, mas deve levar a uma ação, a ação de esperançar, de dar passos para que, aquilo que se deseja e que se alimenta na mente como sonhos, possa acontecer por meio de iniciativas tomadas pela própria pessoa que deseja a melhora na sua vida.

É claro que, a mudança de um ano para outro é apenas a passagem de um dia após o outro no ciclo da vida, porém, psicologicamente a celebração dessa transição auxilia para se iniciar uma nova etapa na vida.

O erro talvez seria de se esperar que algo ou alguém melhore a nossa vida sem a nossa participação nela. Sendo assim, o Ano Novo, A Vida Nova pode começar a qualquer dia em sua vida, sem necessariamente esperar o fim dos 364 dias demarcados no calendário ocidental.

A vida nova vivida em um novo ano só acontece quando realmente se deixa de lado aquilo que, dependendo de cada pessoa está sendo o elemento causador dos problemas. Uma apresentadora de tevê dizia em seu programa de fim de ano uma frase certa: “Se você deseja um ano novo, não carregue as coisas ruins do ano que passou, do contrário, seu ano será igual.”

A passagem de ano, a vida nova que se deseja, os bons propósitos que se quer pode acontecer na transição de cada dia. Temos a liberdade e a oportunidade de refletir sobre a vida que se vive, de mudar a condição dela a cada dia.

Para aquele que tem fé em Deus, pedir um ano novo para Ele é se colocar à disposição de realizar na sua vida particular e de comunidade, o projeto de felicidade que Ele propõe para o ser humano, é se colocar na dinâmica de Seu amor que perpassa a relação com Ele por meio das pessoas às quais você convive e da vida à qual você leva.

Amigo(a) leitor(a), não espere que uma vida nova venha para você sem a sua colaboração. Se você deseja uma vida nova comece a dar passos para construí-la fazendo a sua parte, aquilo que depende de você. E, caso vier a fraquejar, lembre-se que Deus te dá sempre um novo dia, uma nova oportunidade para recomeçar e fazer da sua vida um vida nova.

A você, um sincero e feliz ano novo; uma feliz Vida Nova.

Últimos posts por Pe. Marcelo S. de Lara (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Culto ao Coração de Jesus
Sínodo da Família: Ouvindo a Voz de Deus
Encantar pelo Evangelho, Eis nossa Missão