A noite do dia 24 de agosto foi de muitos sorrisos e emoções para os familiares e amigos de Vilmar Tadeu Rocha, que aos 59 anos estava concluindo o curso superior em Gestão Pública. A formatura também serviu de inspiração para àqueles que pretendem dar um novo passo na carreira profissional. “Foi um enorme desafio, pois tive que começar do zero e reaprender a rotina de estudos, porém, a vontade sempre foi maior do que o medo”, garante Vilmar, que atualmente trabalha como funcionário público na Prefeitura Municipal.


Em entrevista ao jornal Gazeta Informativa, Vilmar conta que sempre teve o sonho de fazer uma faculdade, porém era difícil para a sua realidade conciliar família, trabalho e estudos. Vindo de família humilde, na adolescência as oportunidades de estudos eram baixas. “Morei em várias cidades a trabalho, e a correria do dia a dia, somada ao fato de estar morando sozinho, dificultava ainda mais a concentração e o tempo para o estudo.”

ANÚNCIO

Vilmar conta que concluiu o ensino médio aos 37 anos no Colégio Estadual São Mateus com dificuldade, pois na época já era casado e tinha dois filhos pequenos. “Nunca desisti do sonho de um dia ter uma formação superior. Contudo, tive que respeitar minhas limitações e deveres como pai e marido, pois meu tempo sempre foi curto e a atenção para minha família era fundamental”, expressa.

Aprovado no concurso público de 2015, e com um filho formado e o outro entrando para a graduação, Vilmar viu a oportunidade para correr atrás do seu sonho de jovem: a graduação. Foram noites de estudos misturadas com o cansaço do trabalho. “Nada fácil para alguém da minha idade, sendo que estudei mais de 50 livros durante o curso”. O apoio e a compreensão de sua esposa Gislei Aparecida Rocha, somada com a ajuda dos filhos, Jean Michael Rocha e Luan Marcel Rocha, foram fundamentais para a formação.

Como forma de homenagem, a família parabeniza todo o desempenho de Vilmar nos estudos, levando sua experiência como exemplo a ser seguido. “Tua dedicação como marido e pai sempre garantiu a união, o respeito e o amor da nossa família. Você sempre esteve pronto para nos atender e nunca mediu esforços para dar o seu melhor, em tudo o que precisássemos, mostrando o quão valioso você é. E foi desta dedicação, força de vontade e garra que você tem, que você chegou lá, em mais uma conquista. Você é nosso herói imparável, nos orgulhamos muito de você! Te amamos.”

“Hoje, deixo um conselho para os mais jovens, estudem! Pois, se com o estudo já é tão difícil uma colocação no mercado de trabalho, sem ele a concorrência acaba esmagando. E, para os mais velhos, digo que nunca é tarde para se iniciar o ensino básico ou a graduação, ou até mesmo para se fazer tudo o que sonha, pois com dedicação sempre é possível”, encerra Vilmar.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Escrevendo uma carta para o maior produtor de erva-mate do mundo
Alunos promovem passeata em São Mateus do Sul
Conheça mais sobre a Lei Aldir Blanc e o Cadastro Cultural de atividades