Um dos momentos mais marcantes para os jovens e adultos, foi a participação nos Jogos Estaduais do Paraná e a realização de uma viagem para as Cataratas do Iguaçu, em uma época onde o isolamento social não era necessário.
(Fotos: Divulgação Apae SMS)

A realidade diária da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de São Mateus do Sul, foi bastante alterada em função das limitações impostas pela pandemia do coronavírus. Uma das frentes de mobilização da organização, é a luta pelo direito à educação inclusiva, tão importante para muitas crianças, jovens, adultos e idosos que residem em nossa cidade. A Escola 21 de Outubro – Educação Infantil e Ensino Fundamental Modalidade Educação Especial é operacionalizada pela Apae, contando atualmente com 130 alunos matriculados.

Tendo em vista a necessidade de preservação da saúde dos educandos e também dos colaboradores da instituição, as atividades da Escola 21 de Outubro têm sido desenvolvidas de maneira remota, com a permanência dos estudantes junto de suas famílias, neste momento delicado vivido por toda a sociedade. Grande parte destes, reside na zona rural do município, solicitando então que a equipe disponibilize e entregue apostilas impressas, para aqueles cuja acessibilidade ao celular e internet é limitada.

Protagonismo empodera e concretiza a inclusão social

Dos dias 21 a 28 de agosto, é celebrada anualmente a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. O projeto foi instituído através da Lei nº 13.585 de 2017. A rotatividade dos temas contempla diversas situações e problemáticas relativas à plena inclusão social desses indivíduos, muitas vezes taxados como diferentes pela sociedade. Tal visão, é limitadora e preconceituosa, sendo dever de toda a sociedade colaborar para a inserção social dessa camada tão importante da população brasileira.

A participação da instituição no desfile cívico promovido anualmente, é apenas um dos vários contextos
de inserção social de seus frequentadores.

A inserção das crianças, jovens, adultos e idosos portadores de deficiência, é uma das lutas desenvolvidas diariamente
pela equipe de colaboradores da Apae SMS.

O tema “Protagonismo Empodera e Concretiza a Inclusão Social”, foi definido com o propósito de fomentar o debate e as ações estratégicas voltadas para o destaque da visibilidade e do papel da pessoa com deficiência intelectual e múltipla na sociedade, bem como de efetivar sua inclusão social. A Apae de São Mateus do Sul trabalha para fortalecer essas bases, melhorando muito a qualidade de vida de vários estudantes e frequentadores da instituição.

Celebrações atípicas em 2020

De acordo com informações prestadas pela equipe da Apae, o engajamento das famílias na educação dos filhos, aumentou muito em 2020. Apesar do distanciamento social não ser a situação ideal para o aprendizado, alunos, familiares e professores têm se desdobrado diariamente, mantendo uma rotina de atividades pedagógicas realizadas com muito sucesso pelos estudantes. Em anos normais, a semana que se iniciou nesta sexta-feira (21), seria marcada por muitas festividades, gincanas e momentos de inserção social dos alunos. A equipe relembrou com muito carinho algumas viagens realizadas com os estudantes, sendo uma bastante marcante, a participação nos Jogos Estaduais do Paraná, que ainda contou com uma visita até as Cataratas do Iguaçu.

Em função da pandemia do Covid-19, e da manutenção do bem-estar de seus educandos, as celebrações irão ocorrer de maneira um pouco diferente em 2020. Serão elaborados vídeos das diversas áreas nas quais a entidade atua, e os alunos estão envolvidos, a serem postados nas redes sociais da Apae (@apaesmspr). Durante a semana, também irão ocorrer diversas transmissões ao vivo da Federação Nacional das Apaes’s, com temáticas voltadas à importância da semana. Famílias, estudantes e professores estão muito comprometidos, em um processo que emana amor, respeito e fortalecimento das Pessoas com Deficiência em nossa cidade.

As potencialidades da pessoa portadora de deficiência, ficaram ainda mais evidentes com a dedicação observada na
realização das atividades escolares remotas.

Em um cenário de normalidade, os alunos e frequentadores da Apae contam com diversas atividades lúdicas, esportivas e de dança, voltados ao pleno exercício e desenvolvimento da capacidade dos estudantes da instituição.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
A trajetória e o carisma de Nigia Gogola
O sonho que saiu da fotografia: o são-mateuense e seu Maverick 75
São 3 anos escrevendo histórias