Cidade

Apenas três das oito câmeras de segurança estão funcionando em São Mateus do Sul

De acordo com representante técnico da Prefeitura Municipal, o projeto para o novo sistema de segurança pretende ficar pronto até final do mês de junho. (Foto: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

São Mateus do Sul possui 8 câmeras de segurança que estão espalhadas pelas principais vias públicas do município. Instaladas desde novembro de 2015, as câmeras do tipo Speed Dome realizam movimentos de 360º graus para captar as imagens do cotidiano municipal. A transmissão era realizada pelo sistema via rádio.

Possuindo precariedade no decorrer destes anos, hoje o município possui apenas 3 câmeras em pleno funcionamento. A Prefeitura Municipal juntamente com técnicos responsáveis pelo sistema de informática, estão elaborando um projeto para reestruturar esse sistema.

Dentre as principais justificativas para essa modificação podemos destacar a precariedade no sistema de comunicação via rádio, que passou por interferências prejudicando o serviço.

A equipe responsável por esse serviço realizou algumas visitas técnicas em cidades que possuem um sistema de segurança parecido com o de São Mateus do Sul, e observou a possibilidade de adequar as câmeras para um sistema diferente. “Sairá muito mais em conta comprarmos um sistema novo do que manter o que estamos”, destaca Julian Wloblewski, responsável pela informática da Prefeitura Municipal.

Para isso, um projeto está sendo elaborado juntamente com responsáveis técnicos e administrativos do município, para adequar a viabilidade ao novo sistema. “Temos a meta de estar com o projeto feito até o final do mês de junho”, informa Julian.

De acordo com ele, este projeto não melhorará apenas o funcionamento das câmeras de segurança, mas sim o conjunto de benefícios que elas trarão para o município. “Hoje a empresa que vendeu o software para as câmeras não nos dá suporte necessário. O sistema via rádio foi queimado por um raio e não foi trocado pela falta de assistência.”

O sistema de comunicação também mudará, e passará a ser por fibra óptica, com armazenamento em nuvem. Hoje, o acesso às câmeras de segurança é restrito para a Polícia Miliar, Civil e Estadual.

Vale a pena salientar que está em discussão entre a elaboração do projeto, a estruturação de uma linha colaborativa entre as associações comerciais do município, para que elas também passem a ter acesso às câmeras, mas são apenas possibilidades.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Pedido de insalubridade, da própria prefeitura, aguarda decisão jurídica
Campanha mobiliza moradores para ajudar pequeno são-mateuense em uma cirurgia que custará R$ 75 mil
CDL divulga relação dos ganhadores do primeiro sorteio da promoção Super Chance