Movimento de veículos na avenida Ozy Mendonça de Lima, a principal região do comércio no município.
(Fotos: Alexandre Douvan/Gazeta Informativa)

O Programa de Desenvolvimento das Cidades (PRODEC) já foi implantado com êxito em outros municípios do Estado e tem o objetivo de fortalecer o setor econômico local, incluindo o comércio, a prestação de serviços e a indústria.

“A ideia é unir pensamentos, com as entidades e associações e uma sociedade civil forte e participativa”, explica um dos responsáveis por encabeçar o projeto, Manoel Cordeiro Junior (43), que representa o Conselho de Desenvolvimento Econômico (CODESAMAS). O empresário elucida que um dos pontos centrais do PRODEC é criar a sensação de pertencimento entre as pessoas e a cidade e que dessa maneira todos caminhem na mesma direção para fazer com que as coisas deem certo.

O PRODEC é desenvolvido pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE) e procura promover o trabalho conjunto entre todos os setores organizados do município, como entidades políticas e representativas. Os técnicos do SEBRAE orientam essas entidades para o desenvolvimento de um plano de gestão com metas a longo prazo que tenham como norte o desenvolvimento local da forma mais inteligente possível.

“Isso torna mais fácil para quem vem de fora e quer montar uma empresa no município visualizar o que será feito pelos próximos 20 ou 30 anos”, comenta Cordeiro, que ainda observa que “com isso você sabe o caminho da cidade e como ela irá crescer e assim saber qual o retorno que terá disso”.

Reunião com a prefeitura

No dia 06 de janeiro, a prefeita Fernanda Sardanha recebeu em seu gabinete representantes de associações e entidades de São Mateus do Sul. Na ocasião os representantes entregaram à prefeita um documento solicitando apoio para a implantação do PRODEC por meio do CODESAMAS. Para que comece o processo, é necessário que a prefeita assine a parceria com o SEBRAE.

No dia 27 de janeiro haverá uma apresentação dos técnicos do SEBRAE para todos os membros da prefeitura para que sejam sanadas todas as dúvidas em relação ao programa. Após a assinatura da prefeita, o SEBRAE realiza o mapeamento do município por 24 meses e em seguida estabelece um cronograma de execução para a gestão atual e para as próximas.

No dia 06, compareceram à reunião a ACIASMS (Associação Comercial e Industrial de São Mateus do Sul), a Associação de Moradores da Vila Pinheirinho, Associação de Moradores da Comunidade de Paiol Grande, CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas), IG- Mathe (Associação dos Amigos da Erva-Mate de São Mateus), Rotary Club de São Mateus do Sul, Rotary Club de São Mateus do Sul – Xisto do Iguaçu e Observatório Social de São Mateus do Sul.

Experiências de Pontal do Paraná e Palmas

Cordeiro ressalta que as experiências que se têm com o PRODEC até o momento são positivas e há dois exemplos em diferentes fases da implementação, que são Pontal do Paraná e Palmas.

No caso do litoral paranaense desde o início de 2020 foram realizadas reuniões com diversos setores da sociedade para promover maior entendimento e participação. Na página online do programa no litoral há o destaque para a aliança entre a iniciativa privada, poder público, academia e sociedade civil.

Manoel Cordeiro Junior, presidente do CODESAMAS.

No caso de Palmas, no sudoeste do Paraná, o destaque fica para o desenvolvimento sustentável do município. O lançamento do programa foi em maio de 2020 e contou com a presença do vice governador e presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR, Darci Piana (PSD).

Em ambos municípios o PRODEC segue em fase de implementação. Assim como em São Mateus do Sul, a ideia é que o maior número possível de entidades sociais participem das reuniões e coloquem suas demandas sobre a mesa para que sejam debatidas. O objetivo é criar consensos, assim as carências de uma ou outra entidade não ficam isoladas, pois se tornam as demandas de todo o grupo na cobrança por melhorias.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Para a alegria da criançada… O Papai Noel chegou em São Mateus do Sul
Arqueólogo descobre sítio com vestígios de ocupação humana que devem datar de quase 4 mil anos em São Mateus do Sul
Termômetros podem registrar – 4ºC no domingo em São Mateus do Sul