Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

Audiência Pública é realizada para discutir a implantação de uma instituição de longa permanência para idosos em São Mateus do Sul

Audiência Pública é realizada para debater os caminhos para a criação de uma instituição de longa permanência para idosos. A Audiência foi proposta pelo Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça, através do promotor Thimotie Aragon Heemann que atua em São Mateus do Sul há quase um ano. (Foto: Assessoria Câmara)

Na segunda-feira (21), a Câmara Municipal de Vereadores de São Mateus do Sul sediou a realização da Audiência Pública promovida pela Promotoria de Justiça do município para discutir com os membros representativos da comunidade a criação de uma instituição de longa permanência para idosos.

A audiência foi proposta pelo Ministério Público, por meio da Promotoria de Justiça, através do promotor Thimotie Aragon Heemann e contou com a presença de autoridades dos poderes do executivo, legislativo e judiciário, além de representantes dos órgãos da rede de proteção ao idoso.

As instituições de longa permanência são locais de acolhimento em regime integral, previstas na proteção social especial de alta complexidade. Elas atendem idosos em situação de abandono ou negligência, em caso de suspensão temporária ou quebra de vínculo familiar e comunitário.

Segundo o promotor, trata-se de um local para acomodar os idosos que estão em situação de risco e não tem mais condições de ficar na sua casa, ou mesmo os que sofrem agressões familiares e não tem quem os cuide. “Muitas pessoas conhecem esses locais como asilos.”

Há quase um ano em São Mateus do Sul, Thimotie relata que sempre se perguntou o por que do município não possuir uma instituição para esse público. “Existem municípios menores ao redor da cidade que dispõe de um lugar como esse.”

Após discutir a questão com alguns membros do poder legislativo, o promotor organizou a audiência que foi promovida para o ponta pé inicial desta instituição em São Mateus do Sul.

O promotor afirmou que existe um empresário na cidade que possui interesse em colaborar e construir o espaço em um de seus terrenos, os quais serão analisados pelo Ministério Público e Poder Executivo para sua viabilização. “Caberia ao município arcar com a permanência dos idosos nessa instituição, função que já desempenha com os idosos que estão no Lar dos Velinhos na cidade de Rio Azul.”

O Prefeito Luiz Adyr Gonçalves Pereira afirmou que essa foi uma audiência inicial que visou discutir o assunto e enfocou a importância de ser uma entidade não governamental, fator que facilitará as ações e a própria manutenção da instituição. “Toda a sociedade são-mateuense tem de se preocupar com os idosos e cada um procurar fazer a sua parte. A Prefeitura com certeza será parceira.”

Segundo o assistente social, Robison Godoy de Almeida, que atua no Lar dos Velhinhos do Rio Azul, São Mateus do Sul possui hoje 6 idosos que residem na instituição, dos quais 5 recebem auxílio da Prefeitura Municipal no valor de R$ 700 a cada mês e um destes no valor de R$ 1.637.

Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: