Programa estadual de auxílio aos MEIs e MEs. (Imagens Ilustrativas)

O Governo do Paraná está disponibilizando o Auxílio Emergencial no valor de R$ 1.000 destinado à microempreendedores individuais (MEI) e pequenos empresários. A medida foi criada para dar amparo aos empresários do estado em decorrência dos impactos econômicos decorrentes da pandemia da covid-19, pela qual o país está passando.

Este auxílio é oferecido aos microempresários – ME e microempresas individuais – MEI com inscrição estadual, os quais receberão quatro parcelas consecutivas de R$ 250,00, já os ME e MEI sem inscrições estaduais serão apenas duas parcelas de R$ 250,00.

Os resgates serão solicitados por meio de aplicativo. Mas, não são todas MEs e MEIs que poderão receber o benefício. É importante consultar o CNPJ, para ver se tem direito. Também é necessário ter cadastro no Simples Nacional até o dia 31 de março deste ano.

Microempreendedor do ramo de alimentação tem direito.

A expectativa do Governo do Estado é impactar mais de 124 mil empresas paranaenses através de um orçamento que está por volta de R$ 80,2 milhões. Os pagamentos estão ocorrendo através do Programa de Auxílio Emergencial (PAE).

Além disso, ela deve estar conforme a Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAEs). Sendo assim, caso você e sua empresa deseje solicitar o auxílio, devem atender algum dos perfis a seguir.

Microempresa do setor de festas e eventos pode requerer auxílio.

Para a categoria de MEI se enquadram: Produção teatral, musical e espetáculos de dança; Atividades de sonorização e iluminação; Equipamentos recreativos e esportivos; Agências de viagens e operadores turísticos; Filmagem de festas e eventos; Restaurantes; Lanchonetes; Bares; Serviços ambulantes de alimentação; Gestão de instalações de esportes; Produção e promoção de eventos esportivos; Serviços de organização de feiras, congressos, exposições e festas; Casas de festas e eventos.

Para a categoria de Microempresas se enquadram: Restaurantes; lanchonetes; bares; serviços ambulantes de alimentação; serviços de organização de feiras; congressos; exposições; casas de festas e eventos; atividades de sonorização e iluminação; transporte coletivo; organização de excursões; comércio varejista de artigos do vestuário, acessórios ou calçados.

Microempresas ligadas a bares e restaurantes também podem requerer auxílio.

Já foram realizados, desde o início do programa, mais de 28 mil cadastros.

O aplicativo Auxílio Emergencial PR, destinado à consulta e ao resgate do benefício, está disponível para download pelas lojas da Google Play e App Store. Em caso de dúvidas, os empresários podem ligar para o telefone 0800-642-6650 ou fazer contato pelo e-mail contato@auxilioemergencial.pr.gov.br.

As inscrições vão até dia 9 de agosto de 2021. Sendo assim, o empresário pode solicitar dentro deste prazo através do aplicativo “Auxílio Emergencial PR”. Cabe salientar, que caso você não saiba se está enquadrado nas condições exigidas, acesse o site do benefício https://www.auxilioemergencial.pr.gov.br e informe seu CNPJ.

Hugo Lopes Júnior
Últimos posts por Hugo Lopes Júnior (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Paraná é um dos melhores estados do Brasil para fazer negócios, aponta Banco Mundial
Debate sobre violência com deputadas estaduais
Mais de 1,5 milhão de pessoas já receberam a 1ª dose da vacina contra a Covid-19 no Paraná