(Foto: Assessoria Emerson Bacil)

Neste período da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), o deputado estadual Emerson Bacil demonstra preocupação com diversas questões e setores. Avaliando de forma positiva, como contribuição imediata ao Fundo de Estado da Saúde, o repasse de R$ 37,7 milhões da Assembleia Legislativa para ações de combate ao avanço do coronavírus.

Desde a proteção das pessoas, abastecimento de produtos básicos com apoio aos caminhoneiros, prazo maior para pagar água e luz (rural e urbana) – sem corte de fornecimento neste período – e linhas de crédito para autônomos. Também, manutenção de preços da cesta básica e destino de recursos para o setor da Saúde.

Preocupado com possíveis aumentos de preços frente à grande procura por produtos essenciais, o deputado solicitou que o Governo Estadual fiscalize e atue para evitar abusos, especialmente da cesta básica. Mesma medida foi requerida ao governador Carlos Massa Ratinho Júnior para álcool gel, máscaras e demais equipamentos de proteção individual.

Maior prazo e crédito

Prorrogação de prazo para pagamento de contas de água e luz, especialmente para pessoas com rendas de até três salários mínimos, foi outro requerimento de Bacil. Somando o pedido de que as concessionárias não cortem o fornecimento neste período. Com a ampliação destes benefícios concedidos pela tarifa social nas contas de luz e água aos Produtores Rurais do Estado do Paraná que possuam (CAD/PRO).

Também, prorrogação do parcelamento de impostos estaduais e dos prazos das dívidas contraídas com outras empresas estatais. Para os autônomos, o parlamentar solicitou ao Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) linhas de créditos subsidiadas.

Ao passo que pediu a antecipação das verbas indicadas por seu gabinete, do Plano Paraná Mais Cidades, e todas as emendas de sua autoria para repasse ao departamento de Saúde e combate ao coronavírus.

Reunião virtual e caminhoneiros

Requerimento de Bacil, à mesa diretora da Assembleia Legislativa do Paraná, feito para a realização de reuniões virtuais com deliberação remota, foi atendido. Presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação e Ensino Superior (CCTIES), o deputado visou a manutenção dos trabalhos e agilidade nos despachos legislativos. Sem prejudicar a votação de projetos e deliberando de forma virtual.

Por solicitação de inúmeros caminhoneiros, que transportam tanto a safra quanto reabastecem a região com produtos de extrema necessidade e alimentos, o parlamentar reivindicou a manutenção da logística nas estradas. Para tanto, requereu ao governador e secretário Sandro Alex (Infraestrutura e Logística) adoção de medidas cabíveis para manter abertos restaurantes nas rodovias do Estado do Paraná. Medida que o governo atendeu.

“São inúmeras as solicitações, sempre buscando ouvir a população. Sabemos da extensão deste problema, lutamos contra o inimigo invisível. Precisamos proteger as pessoas com saúde mais fragilizada e os idosos. Também manter o abastecimento e auxiliar o povo. Nosso trabalho segue em defesa das pessoas, dos agricultores e do cidadão. Enfim, dos trabalhadores, pais de família que carecem deste apoio”, explica Emerson Bacil.

Plantio de Pinheiro Araucária: início da recuperação de florestas

“Uma ideia sustentável virando Lei”, destaca o deputado Emerson Bacil. A aprovação, em duas votações nesta semana do projeto de Lei que incentiva plantar Pinheiro Araucária – apresentando em conjunto com os deputados Hussein Bakri (PSD) e Luiz Claudio Romanelli (PSB) –, na avaliação do parlamentar, faz parte de série de ações para mudar o cenário ambiental e reafirmar a identidade do Paraná.

(Foto: Acervo/Gazeta Informativa)

“Unir a preservação, ampliar florestas com atividade econômica e fins comerciais. E trabalho, também num outro projeto: o Manejo Sustentável, tramitando na Assembleia Legislativa e com avanços em diversos setores e boas expectativas no horizonte. Nosso embate e nossa luta em defesa de quem preserva continuam. Juntos no compromisso de ajudar as pessoas”, acrescenta o deputado que trabalhou a proposta em audiência pública e busca aprovar o manejo, elencando à ideia de que, dessa forma, o Pinheiro com sustentabilidade pode ampliar os remanescentes.

Por Assessoria Emerson Bacil

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Senac de São Mateus do Sul realiza ação social nos bairros
Mega Hair é sucesso há 15 anos no salão da Lurdinha
Clínica Veterinária Animalia é inaugurada com sucesso em São Mateus do Sul