Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

Camafeu Brechó: a loja vintage com um quê de modernidade

Um brechó esteticamente bonito, com disposição planejada e com roupas de marcas conceituadas que transmitem a qualidade procurada. Na foto, Rafaela Zambão Meira, proprietária da Camafeu Brechó. (Fotos: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

A roupa é uma das principais formas de identificação de personalidade de uma pessoa. O modo como nos vestimos fala muito sobre quem somos e o que pensamos, e nos garante uma maior confiança e autoestima.

Rafaela Zambão Meira, de 20 anos, natural de Rebouças (PR), reside em São Mateus do Sul há 1 ano e meio, e há 5 meses é proprietária da Camafeu Brechó, uma loja que traz credibilidade, estilo, sustentabilidade e um forte sentimento de afeto que é repassado visivelmente para todos os clientes.

O encantamento por brechó se deu há muito tempo, quando Rafaela visitou algumas lojas do ramo com a sua mãe e desde então, a paixão por este tipo de loja começou. “Brechós são lojas nas quais você consegue encontrar peças de extrema qualidade, que talvez nem existam na sua cidade. Sem falar da acessibilidade no sentido financeiro”, comenta.

Rafaela e o namorado, Fabio Andrade, sempre tiveram vontade de montar o próprio negócio desde que chegaram em São Mateus do Sul. Várias opções de empreendimentos foram lançadas, mas em janeiro, após uma viagem, chegaram a um consentimento: “a gente gosta tanto de brechó e a nossa vida é tão regida pela sustentabilidade e se montássemos algo ligado a essa ideologia?”, e dessa forma, começaram a pesquisar mais sobre a administração, qualidade e principalmente, um repasse de confiança para os futuros clientes que seriam a base para o início comercial. No dia 22 de fevereiro de 2017, Camafeu Brechó é inaugurada em São Mateus do Sul, e a relação com a cidade se intensifica a cada dia que passa.

O tabu que ainda existe com relação a brechós

O problema que ainda existe na sociedade é o preconceito com relação a roupas usadas. Falar que você comprou uma peça em brechó pode ser muito impactante e trazer uma ideia errada em relação ao seu estilo e condição social. “No meu ensino médio, não era muito legal você falar que comprava em um brechó, as pessoas achavam estranho e tinham vergonha de falar sobre isso, justamente pelo preconceito, pois ainda existe uma confusão muito grande em comprar em um brechó e não ter condição financeira. Já sofri e ainda sofro muito preconceito, e acredito que as pessoas precisam pesquisar mais sobre este segmento e sobre o novo conceito que existe. Frequentar brechós atualmente está mais ligado a ter estilo, do que uma questão social”, comenta Rafaela.

As pessoas ainda são cômodas quando o assunto é pesquisar mais sobre este segmento, e a generalização que se faz de brechós apenas impede que as pessoas conheçam este novo conceito, que é uma loja organizada com produtos de qualidade.

“Prezamos por roupas excelentes e de qualidade, desde o básico até as peças mais difíceis de se encontrar. São todas lavadas, passadas, e temos todo o cuidado na disposição que acabam tornando a loja atrativa e convidativa”, destaca.

As roupas são compradas em outros brechós da mesma linha de estilo, vindos de Curitiba e Ponta Grossa. Todo esse cuidado é prezado pela loja, desde a compra até a entrega do produto, criando uma maior afetividade com seus clientes.

Brechó e sustentabilidade

O que muitas vezes é passado despercebido é a ligação material (como roupas, sapatos, acessórios) com o lado ambiental. De acordo com o conceito mais básico do sentido sustentável, é usufruir hoje, sem comprometer os recursos para as gerações futuras. Roupas muitas vezes são consideradas bens supérfluos, mas que é de suma importância na vida de todos nós.

A forma visionária de olhar hoje, pensando no amanhã é um dos principais ideais de um brechó, e Rafaela e Fabio presam por isso na ideologia da Camafeu. “A sustentabilidade faz parte da nossa vida, não só se tratando da loja, mas em tudo que a gente faz. Tudo que tem aqui foi reutilizado, os manequins, as araras, os móveis. Somos regidos pela sustentabilidade”.

Ideologia de inclusão

A Camafeu Brechó acredita na ideologia de inclusão, trazendo acesso a roupas de qualidade e de marcas conceituadas a todas as pessoas. “Ainda existe uma dicotomia da moda para os ricos e moda para os pobres, e eu sou muito contra isso. E por não apoiar esta ideia, resolvi criar a loja, isso foi a principal motivação para a criação da Camafeu”, ressalta Rafaela.

Lá você encontra roupas das seguintes marcas: Lacoste, Gap, Ellus, Lança Perfume, Colcci, Morena Rosa, Tommy Hilfiger, Coke, Zara, Forever 21, Ralph Lauren, Animale, Coca-Cola, M. Officer, Dudalina, Naguchi, entre outras que transmitem uma forma de estilo retrô, vintage com a modernidade que aflora a moda nos dias atuais.

Os valores variam de acordo com a marca e com o estado de conservação da peça. O cuidado no preço depende muito da análise das marcas que chegam, para que dessa forma o valor se torne o mais justo possível. “Já vendemos um casaco da Dior que o modelo original é avaliado por R$ 4.000,00 e vendi por R$ 80,00, uma calça de couro da Animale que na loja custava R$ 1.600,00 por R$ 110,00”.

Interação mútua

“A minha loja fica na rua de vários outros comércios, e eu acredito que cada loja é muito única e tem o seu valor (que é inestimável). Todas possuem peças maravilhosas, bom atendimento, clientes e a sua especificidade. O meu segmento não bate de frente com outro, a gente fala muito aqui sobre consciência em relação ao consumismo, mas isso não difere e impede que eu também possa comprar em outras lojas, uma coisa não anula a outra. Tem uma máxima que diz o seguinte: quem caminha sozinho, caminha mais rápido, mas quando se caminha junto, se caminha mais longe. Eu respeito todo o comércio de São Mateus do Sul, acredito que essa união faz a diferença e faz com que a cidade se torne única, tendo a interação entre os comércios e onde as pessoas não se fixam apenas a um estabelecimento”, encerra.

Atendimento

A Camafeu Brechó fica localizada na rua Barão do Rio Branco, 785, no Centro de São Mateus do Sul. Funciona de segunda à sexta das 9h às 12h, e das 13h às 18h30 (fechada apenas na segunda-feira de manhã para manutenção, mas com o horário normal pela tarde). Atende aos sábados das 9h às 14h (com horário que pode ser estendido durante a tarde, varia muito pela demanda de compra durante os finais de semana). Telefone para contato: (42) 99871-8309.

Redes Sociais:

instagram.com/brecho.camafeu
facebook.com/camafeubrechosms

Cláudia Burdzinski

Cláudia Burdzinski

Repórter que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br
Cláudia Burdzinski
Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: