A série de reportagens sobre as disputas eleitorais, em que no dia 15 de novembro por meio do voto os cidadãos farão as escolhas dos nomes para prefeitos, vices e vereadores, aborda a agricultura. Estendido ao setor de criação de animais e outras atividades que perfazem o cotidiano de vida no meio rural. O intuito é informar o eleitor sobre o que os candidato ao executivo propõe.

Candidato a prefeito Rinaldo Pelegrino e vice-prefeito Antonio Dirceu da Silva.

Em Antônio Olinto, Rinaldo Pelegrino (MDB) cita que pretende seguir com os programas municipais: calcário e fruticultura com incentivo ao plantio de frutas e apoiar a instalação de agroindustriais. Manter a inseminação artificial e atendimento veterinário e dar continuidade ao apoio para escolas técnicas agrícolas. Também fomento florestal com repasse de mudas de pinus e eucalipto.

O emedebista pretende manter a compra de produtos da agricultura familiar para a merenda escolar, coleta de lixo reciclável nas comunidades e projetos para obter recursos. Realizar cursos para diversificação da propriedade e agricultura familiar, aves, erva-mate, peixes e frutas. ‘Manter e fortalecer o programa de repasse de sementes de feijão e milho’ e ‘convênio com a Casa Familiar Rural’, são outras propostas.

Rinaldo cita que vai valorizar a pecuária de leite e mista, e criação de pequenos animais, dar boas condições de acesso às propriedades e lavouras. Manter o repasse de ICMS ecológico para o faxinal de Água Amarela de Cima, ‘em consonância com a demanda dos faxinalenses’. Seguir com convênios via Sanepar para abastecimento de água comunitário. Implantar feira livre e manter programa de Habitação Rural.

Candidato a prefeito Alan Jaros e vice-prefeito Jurandir Ferreira.

Pelo lado da oposição, Alan Jaros (PSD), conforme suas propostas, pretende fortalecer e ampliar o atendimento da Associação dos Agricultores visando acesso e qualidade na produção. Foca a diversificação com hortifruti e busca de comercialização, inclusive no comércio local, criando a feira do produtor e desenvolvendo atividades, ações, projetos e programas em parceria com cooperativas e empresas.

‘Regularizar o Programa Porteira Adentro’ em apoio ao pequeno agricultor, manter médico veterinário para atendimento, inclusive na forma de plantão. Também potencializar programas como inseminação artificial, frango caipira, apicultura, piscicultura, perfurar poços artesianos e fazer rede de distribuição nas comunidades que necessitam e incentivar erva-mate e frutíferas, propõe a candidatura.

Incentivo para bacia leiteira, visando renda e diversificação, estimulo à produção de base agroecológica/orgânica, programa ‘Terra Fértil’ para, em parceria, criar um terminal de calcário e proporcional preço mais acessível, limitado por produtor, propõe Alan Jaros. Ainda, o programa ‘Hora Máquina’ em parceria com a Associação de Agricultores e critério com base em Notas de Produtor para direito ao benefício.

Triunfo Agricultura

Candidato a prefeito Professor Jorge.

Para os triunfenses, professor Jorge, do Democracia Cristã (DC), propõe uma nova alternativa de renda no meio rural, plantio de abóboras como opção ao fumo e diversidade da agricultura. Inclusive, fazendo de São João do Triunfo referência ‘no cenário estadual e federal’. Colocando o produto como destaque e calendário. Também feira mensal, exposição de mudas e sementes e formação técnica.

Candidato a prefeito Abimael do Valle e vice-prefeito Geraldo Chaves Alves.

Abimael do Valle, que busca reeleição pelo PT, cita apoio e programa para fumicultores. Também diversificação e inseminação artificial. Incentivo à piscicultura e apicultura com agroindústria e comércio. No plano de governo de 2016, do então candidato que foi eleito, aparecia ‘Programas de apoio à diversificação, agroindústria familiar, feira municipal de produtos da agricultura familiar’.

Ainda, ‘implantação de indústria ligada à área rural; construção de um abatedouro de frango caipira’ e apoiar ‘coletivo de jovens’ foram proposição de 2016. A candidatura para reeleição cita incentivo para erva-mate (agroindústrias), derivados de leite certificados e com mercado. Também um centro de distribuição e logística. Apoio para estufas e agricultura familiar do município.

O petista cita programa de aproveitamento da água da chuva, uso de ICMS Ecológico para apoio, turismo rural e reestruturação da secretaria com setor de serviços e de assistência técnica. Com terceirização de equipe técnica para programas e projetos. Sendo esta diferente entre o plano atual e o de 2016. Há quatro anos Abimael propôs equipar a gestão com técnicos agrícolas, engenheiro agrônomo e médico veterinário.

Candidato a prefeito Odiney Bacil e vice-prefeito Wilson Bedim.

Odiney Bacil do PSL tem um plano enxuto e distribuído em tópicos. Nele cita a proposta de ‘viabilizar apoio técnico, com estrutura própria e parcerias’. Atendimento humanizado, programas de apoio e manutenção dos existentes. Também promover eventos tecnológicos e incentivar alternativas de diversificação da propriedade rural. O candidato destaca apoio e ‘dignidade’ aos fumicultores, com valorização da produção.

Sidnei Muran

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Sessão da Câmara conta com discussões sobre os projetos vetados pelo executivo
Funcionário é diagnosticado com Covid-19 e sessão da Câmara é suspensa
Oposição e situação discutem sobre obras em véspera de eleição