Odontologia e Saúde Bucal - Valéria Kruchelski Huk

Cárie: entenda um pouco mais!

Imagem Ilustrativa

A cárie dentária é uma doença ocasionada por vários fatores (multifatorial), é infecciosa e transmissível. Por ser uma doença multifatorial está relacionada principalmente com o dente, com os microrganismos (bactérias), com a alimentação e com o tempo.

Podemos dizer que a cárie é resultado da interação desses fatores e que traz como resultado a perda dos minerais do dente. Esse processo é considerado crônico, ou seja, um processo que dura um longo período de tempo. Como característica observamos uma mudança na cor dos dentes, essa mudança de cor pode ser amarelada, marrom ou preta. Nos casos mais avançados observamos cavidades (buracos) na estrutura do dente. Se não for tratada logo no início a cárie avança até atingir as estruturas mais profundas do dente, gerando muita dor. Em outros casos pode avançar e provocar a morte da polpa – é quando indicamos o tratamento de canal.

A cárie pode aparecer na coroa do dente (região visível na boca, responsável pela mastigação) ou também nas raízes (região que fica dentro do osso e gengiva).

Fique atento: Cárie é considerada uma doença e a cavidades nos dentes ou manchas são apenas um sinal da doença.

Existe alguma idade para ter a doença cárie?
Embora seja mais comum de observar em crianças, a cárie também ocorre em adultos. Como está relacionada com a higiene bucal, toda pessoa que não tem uma boa higiene bucal corre o risco de desenvolvê-la.

Como eu sei que estou com cárie?
Além de observar alteração na cor dos dentes, algumas pessoas podem observar cavidades (buracos) além de sentir dor e desconforto ao mastigar, ingerir alguns alimentos ou líquidos. Porém, o diagnóstico só poderá ser realizado pelo seu dentista.

Algumas medidas simples podem evitar o aparecimento da cárie, entre elas: uma adequada escovação – sempre após as refeições, utilizar fio dental, cuidar com a alimentação e, além disso, visitar regularmente o seu dentista.

Referência
http://www.scielo.br/pdf/dpress/v12n6/a12v12n6.pdf

Últimos posts por Valéria Kruchelski Huk (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Da estética ao exagero
Lábio Leporino
Restauração em amálgama: você com certeza conhece