O carnaval de rua no Ginásio Municipal de Esportes reuniu cerca de 500 pessoas ao dia. Na imagem, membros dos blocos Pipe Bloco e Smooke Samas.

Iniciando na sexta-feira (1º), o carnaval em São Mateus do Sul reuniu grupos de amigos, que com músicas animadas, abadás, maquiagens temáticas e confraternizações totalizou cinco dias de festa. Ao todo, quatro blocos participaram da festividade: Pipe Bloco, Smooke Samas, Tenda Bloco e Mutação Alcoólica. A concentração aconteceu na Rua Augusto Tararan, na praça do Ginásio Municipal de Esportes (Polacão), e também na Rua Ulisses Faria.

Para o pessoal dos blocos, a preparação para o carnaval iniciou há meses. Segundo Cássio Kotrich, da Tenda Bloco, o grupo visou a organização e limpeza sem deixar de fora a alegria. “O carnaval foi um sucesso em todos os sentidos! Nossos foliões estão de parabéns! Muita alegria, energia positiva e organização!”, informa o empresário, que agradece o apoio dos patrocinadores, órgãos públicos como a Prefeitura Municipal, Vigilância Sanitária, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, e os vizinhos da Rua Ulisses Faria, onde o bloco estava concentrado.

O grupo da Tenda reuniu foliões em cinco dias de festividade na Rua Ulisses Faria. (Fotos: Acervo Pessoal dos foliões)

De acordo com Camila Guimarães Ribeiro, participante do Pipe Bloco, o evento na Praça do Ginásio Polacão reuniu cerca de 500 pessoas por dia. “O Carnaval para o nós é um momento de muito trabalho dias antes de acontecer, mas tudo é recompensado depois, com a participação dos integrantes do bloco e do público em geral”, enfoca. Ela comenta que o bloco está em funcionamento desde 2016, e eles procuram melhorar cada vez mais. “Temos muitos planos para 2020 junto de alguns colaboradores, até mesmo corrigir algumas falhas que podem ter ocorrido”, diz. O grupo agradece a colaboração dos patrocinadores, Prefeitura Municipal e Polícia Militar.

Em três dias de festa, os membros do Mutação Alcoólica estiveram reunidos mais um ano para representar o rock são-mateuense. “Essa é uma data para reunir os amigos e curtir um bom rock ‘n’ roll, cantar e tocar as marchinhas de carnaval. Nosso agradecimento vai ao Pipe Bloco, o qual custeou todo carnaval de rua sozinho e disponibilizou o espaço para todos”, ressalta Cristopher Simões. Ele também comenta que para os próximos anos, a Prefeitura Municipal poderia disponibilizar um espaço com luz e banheiros químicos, dando esse suporte para a organização dos blocos.

O bloco Mutação Alcoólica esteve reunido mais um ano para representar o rock são-mateuense.

No primeiro ano como bloco de carnaval, os amigos do Smooke Samas organizou todos os preparativos um mês antes da festividade, e ficou contente com o resultado. “Conseguimos em torno de 70 pessoas para nosso bloco, com certeza ano que vem esperamos dobrar esse número”, diz Ketlyn Padilha. O grupo agradece o apoio do Pipe Bloco, que colaborou para que o grupo participasse do carnaval em 2019. “Queria agradecer a todos que de alguma forma nos ajudaram para esse carnaval acontecer. E lembrando que carnaval bom é carnaval público e não privado”, opina.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Secretaria de Assistência Social realiza ações voltadas ao atendimento dos profissionais que atuam na coleta de lixo reciclável
Prefeitura Municipal recebe visita técnica do líder do governo
Equipe organiza pedal pelo centro da cidade no próximo dia 5