Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

Cartório Eleitoral de São Mateus do Sul convida cidadãos a se tornarem voluntários nas Eleições 2018

O Fórum Eleitoral de São Mateus do Sul está localizado na rua Dom Pedro II, nº 785, Centro, com expediente de segunda a sexta-feira, das 12 às 19h. Telefone: (42) 3532-1056. (Foto: Daiana Polak/Gazeta Informativa)

O ano de 2018 já vem sendo considerado um dos momentos mais importantes da história da democracia brasileira, haja visto os últimos acontecimentos que levaram os cidadãos a observar com outros olhos todo o sistema político nacional, muitas vezes tornando o cidadão mais participativo nas questões que competem a garantia da democracia.

Levando em consideração o fato de que a mudança pode fazer a diferença partindo do pressuposto de que nossa ação na participação no processo eleitoral, mesmo que de forma voluntária será efetivo no todo, o governo vem incentivando os cidadãos a se tornarem mesários voluntários ou somarem esforços em várias outras atividades durante o pleito.

O projeto é focado na ampliação do número de colaboradores da Justiça Eleitoral, de forma consciente e espontânea. Os interessados podem ser universitários ou não, devendo ser qualificados e aptos a desempenhar satisfatoriamente suas atribuições no dia da eleição.

Mesário é o cidadão nomeado para compor as mesas receptoras de votos e de justificativas no dia das eleições. Com o objetivo de promover a participação popular no processo eleitoral, a Justiça Eleitoral se vale de cidadãos convocados e voluntários para ajudar e fiscalizar os trabalhos. A função desempenhada pelos mesários é considerada de fundamental importância, uma vez que trabalho deles garante o funcionamento normal dos pontos de votação durante as eleições.

“Ser um mesário no dia da eleição é se tornar um representante da Justiça Eleitoral junto ao local de votação e diretamente junto aos eleitores que vão exercer seu direito e dever ao voto”, afirma Ana Cláudia Neumann Cabral, Chefe de Cartório da 12ª Zona Eleitoral.

Seja na função de mesário ou de colaborador em outra função, Ana Claudia garante, “sempre buscamos angariar o maior número possível de mesários voluntários pois é uma atividade que tem de ser desempenhada com dedicação, tendo de gostar e entender o trabalho e para isso fazemos um treinamento de todos aqui no cartório eleitoral”.

A chefe do Cartório Eleitoral afirma, “além de ser um ato de cidadania, para seu município, seu estado e seu país é uma forma de você conhecer novas pessoas, fazer amizades e em si fazer o bem para sua cidade”, e destaca que existem algumas vantagens na colaboração, dentre:

– Horas sociais aos acadêmicos dos diversos cursos universitários e demais que exijam horas complementares ao currículo. 20 horas municipal e 30 horas para estadual/federal;
– Dispensa do serviço pelo dobro dos dias prestados à Justiça Eleitoral;
– Auxílio-alimentação para o dia da eleição;
– Vantagem de desempate em concursos públicos da Justiça Eleitoral, quando expresso no edital;
– Vantagem de desempate em outros concursos públicos, se houver previsão em edital;
– Isenção do pagamento de taxa de inscrição em concursos públicos realizados pelo Poder Público Estadual, de acordo com a lei 19196/2017, dependendo da regulamentação expedida pela instituição promotora do concurso.

A cada eleição aumenta o número de mesários voluntários, por gostarem de colaborar e também pelo interesse em conhecer o processo eleitoral muitas vezes para desmistificar sua aversão à política e ao sistema eleitoral, conhecendo de mais perto como funciona. No processo eleitoral de 2016 foram 584 mesários e já existe a previsão da diminuição da demanda ao número de colaboradores devido algumas sessões terem sido agregadas a outras, garante Ana Cláudia.

Basicamente a única necessidade para ser um colaborar voluntário é ser eleitor, maior de 18 anos e em situação regular perante a Justiça Eleitoral. Sendo elencado como motivo que impede a prestação do voluntariado, ser candidato ou parente até o segundo grau; os membros de diretórios de partidos políticos, caso exerçam função executiva; as autoridades e agentes policiais; os funcionários no desempenho de cargos de confiança do executivo e os que pertencem ao serviço eleitoral.

Para se tornar mesário voluntário basta acessar o site do Tribunal Superior Eleitoral do Paraná (TSE/PR), www.tse.jus.br, onde no canal do mesário basta preencher um formulário com informações pessoais em seguida os dados são enviados ao cartório de sua zona eleitoral e o cadastro contemplará o banco de dados do mesmo a fim de futura convocação ou mesmo comparecendo ao Cartório Eleitoral localizado na rua Dom Pedro II Número 786, através do telefone: (42) 3532-1056 ou mesmo acessando a página do Cartório Eleitoral no Facebook.

As inscrições para os voluntários se findarão na primeira quinzena do mês de junho, e tão logo serão publicados os editais dos voluntários para apreciação. Não sendo atingido o número de mesários voluntários o sistema selecionará possíveis candidatos a colaborar com a prestação de serviço e caberá ao Juiz Eleitoral prover a convocação seguindo a legislação vigente e pertinente ao caso.

Além de mesários, o projeto de voluntariado no processo eleitoral contempla também, auxiliares que ajudam na transmissão dos resultados desempenhando importante função nesta atribuição junto aos terminais e colaboradores que agem no dia anterior das eleições levando as malas para os secretários dos prédios que zelam por todo o local da votação e sessões.

Cerca de 650 pessoas envolvidas trabalham no processo eleitoral, dentre mesários e demais colaboradores. Até a última semana já haviam 180 voluntários inscritos junto ao Cartório Eleitoral, sendo 148 munícipes de São Mateus do Sul e 32 de Antonio Olinto e segunda a chefia do órgão, estima-se que cerca de 80% dos colaborares sejam voluntários no pleito eleitoral de 2018.

Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: