Jornal de São Mateus do Sul (PR) e região

Casa Familiar Rural de São Mateus do Sul lança projeto de incentivo a piscicultura

O projeto Plantando Educação e Pescando Agroecologia, patrocinado pela Petrobras e Governo Federal, tem suas ações baseadas na formação dos jovens agricultores, suas famílias e comunidades da região. (Fotos: Casa Familiar Rural)

A Casa Familiar Rural (CFR), atendendo as solicitações das famílias dos jovens, entendeu a necessidade da formação em produção orgânica, agroindústria familiar e manejo em piscicultura, e lançou o projeto “Plantando Educação e Pescando Agroecologia”, o qual prevê ações como: implantação de um laboratório de agroindústria familiar de piscicultura, com propostas de desenvolver ações de qualificação, capacitação e inovação na área da piscicultura para agricultores familiares de São Mateus do Sul e região. As ações do projeto tem foco na preservação do meio ambiente, visando uma contribuição para que gerações futuras possam dispor de segurança alimentar, incluindo na mesa, seja do agricultor ou do consumidor, uma maior diversidade de alimentos, entre eles o peixe.

Dentre os diversos aspectos que motivaram a realização do projeto, verificou-se um número satisfatório de famílias que possuem em suas propriedades recursos hídricos, com possibilidade de melhorar seus sistemas de cultivo, pois o que se observa nessas mesmas propriedades é a ausência de orientação técnica, o que leva o agricultor a desistir da atividade. Frente a esta situação, a Casa Familiar Rural propõe a implantação de uma unidade demonstrativa, com o propósito de criar um modelo de referência, para a criação de peixes, com o intuito de despertar nas famílias o interesse por essa atividade, como uma forma de diversificação e geração de renda para a propriedade.

O cenário da piscicultura é inovador e com o apoio do poder público municipal e de entidades parceiras, a Casa Familiar Rural poderá promover uma transformação no quadro atual da piscicultura na região. “Assim, vamos despertando a possibilidade de encontrar na piscicultura mais um elemento para a geração de renda na propriedade e estaremos colocando em prática o que nos é ensinado na teoria”, salienta o jovem Michael Huk Kuligoski, estudante do 3º ano do Curso Técnico em Agroecologia da CFR.

Para a coordenadora do projeto, professora Sinara Adriana Soares, as capacitações fazem parte das ações do projeto, com propósito de incentivo à piscicultura, junto aos piscicultores são-mateuenses e incluem também realização de pesquisas sobre o mercado de pescado e a capacidade de produção do município, além de visitas de produtores a outras agroindústrias.


Segundo a Educadora do Projeto, Gisela Bueno Lazzari, os alunos estão dando um grande passo para o desenvolvimento da piscicultura em São Mateus do Sul. “Devemos contar também, em breve, com parceria para a oferta de assistência técnica e gerencial aos produtores que possuem viveiros em sua propriedade e necessitam de apoio para melhorarem sua atividade e torná-la mais produtiva”, diz.

Com a conclusão do Laboratório de Piscicultura prevista para o final do ano de 2018, a CFR contará com um local adequado e com equipamentos para o abate e processamento do peixe, dando suporte às aulas teóricas e práticas, além de estar aberto para a comunidade que deseja fazer da piscicultura uma atividade produtiva como fator de grande importância no contexto de alimentos saudáveis e na melhoria da renda dos agricultores familiares.

Compartilhe esta reportagem...Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this page


Comentários: