Ideia da fachada do Centro de Convivência, feito pelos arquitetos da Prefeitura.
(Imagens Prefeitura Municipal)

São Mateus do Sul num futuro próximo terá a sua sede da melhor idade, um centro de convivência do idoso que deverá em breve ter finalizado seu projeto e passará para ser iniciada a licitação de sua construção. Com recursos da ordem de R$1,5 milhão destinado pelo deputado estadual Hussein Bakri, anunciados recentemente, a Prefeitura Municipal construirá esta obra ao lado do Cmei Mundo Encantado, próximo ao ginásio Polacão, onde hoje encontra-se uma cancha de futebol de areia. Um local central, ao lado do complexo esportivo que está sendo reformado e poderá abrigar diversas atividades para a terceira idade também.

O aumento da expectativa de vida é uma realidade no Brasil e em diversos países. É cada vez mais comum conviver com pessoas que já passaram dos 70, 80 e até mesmo 90 anos. Com isso, não é raro se deparar com pessoas que passam horas sozinhas, enquanto os filhos saem para trabalhar e, em vários casos, não conseguem ficar totalmente tranquilos. Há ainda aqueles que, devido a algum problema físico, encontram algumas restrições. Os especialistas, na sua quase totalidade, afirmam que os centros de convivência são uma excelente iniciativa, principalmente quando o objetivo é o envelhecimento saudável e possuem atividades específicas, respeitando toda a história de vida, valores e interesses deles.

Visão interna do espaço, do palco para o salão.

Local ao lado do Cmei Mundo Encantado onde será construído o Centro de Convivência.
(Foto: Hugo Lopes Júnior/Gazeta Informativa)

Pelas informações do departamento de projetos da Secretaria de Obras, já foi finalizado o projeto arquitetônico, restando apenas algumas modificações nos projetos complementares para seguir tramitação. A secretária de Assistência Social, Daiane Metka Ribeiro, comentou que essa obra é uma antiga reivindicação que surgiu em uma conferência municipal que tratava dos Direitos dos Idosos e que agora começa a se tornar uma realidade.

Segundo Daiane Ribeiro, não será apenas um local de encontro para a terceira idade, pois contará com uma futura grade de programação com diversas atividades voltadas aos idosos. A Secretaria de Assistência Social está aguardando algumas orientações do Governo do Estado para preparar equipes que realizarão as programações. Ao contrário do que alguns imaginam, que seria como uma “creche para terceira idade”, onde os idosos seriam deixados para passar o dia e retornarem ao final da tarde para suas residências, na verdade o centro de convivência funcionará nos moldes do Centro da Juventude. Haverá uma série de programas e atividades para serem escolhidas pelos frequentadores de acordo com seus desejos, tendo horários e dias fixos, com vagas disponíveis a serem preenchidas, ou seja, cada idoso frequenta o que estiver disponível em determinados horários e a seu gosto, podendo ainda sugerir outras atividades.

As programações irão focar no acesso a tecnologia digital e informática, atividades físicas, orientações legais, orientações de saúde, oficinas diversas, refeições elaboradas por nutricionistas, transportes e diversas atividades a serem solicitadas pelos próprios frequentadores. Muitas das atividades desenvolvidas no centro de convivência poderão ser replicadas em grupos da terceira idade que funcionam nas comunidades. A ideia é ter um local dinâmico e um ambiente prazeroso, atendendo a terceira idade de nosso município da maneira mais ampla possível.

Hugo Lopes Júnior
Últimos posts por Hugo Lopes Júnior (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Moradores reclamam há mais de 10 anos do mau cheiro vindo de estação de tratamento de esgoto
Empresários são-mateuenses reivindicam alterações no projeto de lei que modificou o código tributário do município
Sexta edição do Dia do Anjo ajudará três jovens são-mateuenses