Estas imagens são de uma charmosa latinha de chá de erva–mate. O Chá “Deusa”. O uso da erva-mate como bebida é atribuído ao povo Guarani. As lendas sobre seu uso são bem antigas. Conta a lenda indígena que Tupã, sentiu pena de um velho índio cansado e deu-lhe uma planta revigorante que misturada a água, possuía propriedades mágicas. O índio se recuperou e Tupã deixou a filha do índio como protetora da planta e dos ervais. Ela tornou-se CAA-YARI. Com o passar do tempo, na forma de chimarrão ou chá mate, como é popularmente conhecida, esta planta trouxe significativas transformações econômicas, sociais e culturais, principalmente para nossa região.

Em São Mateus do Sul, Terra da Erva-Mate*, com seus majestosos ervais, o costume de tomar chimarrão ou chá mate foi se propagando. No início do século XX, um comerciante de São Mateus do Sul, desenvolveu a fórmula de uma bebida feita a partir das folhas de erva-mate tostadas, registrando – a com o nome de Chá do Brasil “DEUSA”. Pedro Blesoá Harmata, residiu em nosso município até 1919, quando transferiu-se para Curitiba. Juntamente com Serafim Portes (grande produtor de erva-mate da região), montou uma fábrica na localidade de São Miguel da Roseira. Formaram uma sociedade.

Por iniciativa destes dois empreendedores da região, Portes e Harmata, o produto foi exportado para a europa. A lata, que tem o tamanho e forma parecidos com uma caixa de café de 500 gramas, apresenta belas imagens coloridas que chamam a atenção. A lata apresenta um mesmo texto em ambos os lados, traduzido em quatro idiomas: alemão, português, inglês e espanhol. Depois de 1935, com uma crise da erva-mate e com a morte de Serafim Portes, a empresa encerrou suas atividades. Comercialmente não temos mais este produto com a marca “Deusa”, mas atualmente, existe uma infinidade de outras marcas de chá mate nos mercados internos e externos para satisfação dos apreciadores. A deusa CAA-YARI, da mitologia Guarani, continua cumprindo sua missão e protegendo os ervais.

Referências:

Histórico do Chá Deusa. Arquivo Casa da Memória Padre Bauer.

•LEI ESTADUAL 19.080: Em 19 de julho de 2017, confere ao município de São Mateus do Sul o título de TERRA DA ERVA-MATE.

Últimos posts por Hilda Jocele Digner (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
O silêncio das imagens
1970: juventude são-mateuense na televisão
Fotografia Histórica