O Chalé das Artes está localizado na Praça do Rio Iguaçu, concentrando suas atividades na produção de máscaras, importantes no momento vivido pela sociedade. (Fotos: Éber Deina/Gazeta Informativa)

A Prefeitura Municipal de São Mateus do Sul, através de sua Secretaria de Obras, concluiu o processo de revitalização do Chalé das Artes e de alguns elementos da Praça do Rio Iguaçu, que agora ganharam as cores do município. Além da execução do serviço de pintura externa nas dependências do Chalé, também foi instalado um novo parquinho recreativo para as crianças que frequentam o local.

Em adição aos serviços mencionados, também foi executada a pintura dos quiosques de churrasqueiras, melhorando bastante o aspecto paisagístico do local. A Praça do Rio Iguaçu é um espaço frequentemente visitado pela comunidade são-mateuense e também pelos turistas que passam pela região e são atraídos pela beleza cênica que envolve o Rio Iguaçu e os aspectos históricos da navegação em suas águas.

Instalação de parquinhos recreativos

Nos últimos dias, a Prefeitura realizou a instalação de novos parques infantis no modelo playground em vários pontos do município. Foram investidos mais de R$ 100 mil reais, no processo de aquisição e instalação dos mesmos. Através de comunicado via Facebook, a Prefeitura destacou a ação, direcionada à efetivação do bem-estar das crianças são-mateuenses. Os parquinhos estão localizados também na Praça da Paróquia São Mateus, na Praça 8 de Março (Ginásio Polacão), na Praça da Vila Americana e na Vila Pinheirinho.

A Prefeitura Municipal fez a instalação de novos parquinhos recreativos em diferentes locais de nossa cidade.

As atividades do Chalé das Artes

O Chalé das Artes é um importante centro de propagação do artesanato, e consequentemente da cultura de nosso município. No período anterior à pandemia, o Chalé ofertava aulas 3 vezes por semana. Os cursos eram compostos com o ensino de técnicas de patch aplique, costura criativa, bordado com fita, pintura em tecido, crochê, caixinhas decoradas, peças em E.V.A. e reciclagem.

Outra realização bastante importante do Chalé, que deverá ser retomada apenas em um contexto mais seguro à saúde de todos, está relacionada aos Clubes de Mães de nossa cidade. O artesanato produzido pelos mais de 20 clubes tinha como espaço de venda e divulgação, as dependências do acolhedor Chalé das Artes, às margens do Rio Iguaçu.

O Chalé em prol da saúde

De acordo com informações prestadas pela equipe responsável, as atividades normais estão suspensas desde o início do período de quarentena. Isso não impediu o Chalé das Artes de seguir atuante na sociedade. Uma equipe reduzida de costureiras vem trabalhando no local, na confecção de máscaras. O uso delas é bastante ressaltado pelas autoridades em saúde, pois evita que as gotículas fiquem em suspensão no ar, espalhando o vírus. As máscaras estão sendo distribuídas gratuitamente à comunidade são-mateuense.

As máscaras estão sendo produzidas por uma equipe reduzida no Chalé das Artes,
sendo disponibilizadas gratuitamente à população.

Os quiosques da Praça do Iguaçu também foram pintados, estando prontos para a utilização
em momentos mais oportunos no futuro.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Prefeitura Municipal promove Audiência Pública para discutir a erradicação do trabalho infantil
Réplica da McLaren esteve em exposição na SIX
Voluntários revitalizam ambulatório na Vila Americana