Educação e Cultura

Colégio Professor Paulo Stencel promoveu 1º Encontro Inter-Étnico

Fotos: Mário Deina

No sábado (18), a Vila Americana, em São Mateus do Sul, vivenciou uma tarde diferente, com muita alegria proporcionada pelos estudantes, professores e funcionários do Colégio Professor Paulo Stencel, situado naquele bairro.

O 1º Encontro Inter-Étnico foi organizado pelos professores e funcionários integrantes da equipe multidisciplinar do Colégio, que levaram para o palco do Centro Comunitário da Associação de Moradores muita música, dança e cultura de povos ciganos, indígenas e africanos.

A equipe multidisciplinar é uma espécie de colegiado, do qual fazem parte um professor de cada disciplina, além de pedagogos e funcionários administrativos e operacionais. Ao longo do ano os integrantes da equipe estudam e participam de avaliações com conteúdo ligado à história e cultura cigana, indígena, africana e afro-brasileira, em cumprimento à vários dispositivos legais que determinam a obrigatoriedade do estudo dessas culturas, uma vez que esses povos cumprem importante papel na sociedade brasileira.

O evento fez parte das atividades da equipe, conforme proposta da Secretaria de Estado da Educação, que além dos estudos e avaliações, determina que a equipe multidisciplinar promova atividades envolvendo os alunos do estabelecimento de todos os anos e séries.

O que se viu no 1º Encontro Inter-Étnico, foi uma grande empolgação dos alunos ao participarem das atividades de música, dança, teatro, artesanato e outras manifestações culturais ligadas a esses povos, sendo que os professores, equipe pedagógica, funcionários administrativos e operacionais do colégio se empenharam durante vários dias na preparação do evento, que ao final, apesar do mau tempo, foi um sucesso.

Segundo os organizadores, o encontro contou com grande participação de alunos e familiares, além de outras pessoas da comunidade que foram atraídas pela curiosidade em conhecer mais sobre esses povos, que nas palavras da diretora Sonia Seben de Pauli, “estão tão próximos e ao mesmo tempo tão distantes da gente”.

Algo que chamou bastante atenção do público foi a atividade de distribuição pelos alunos, como o bolo de fubá sendo uma das iguarias integrantes da culinária afro-brasileira, criado pelos africanos ainda nos tempos de escravidão e popularizado no país ao longo dos séculos. Ao final da apresentação de danças e coreografias africanas os estudantes do grupo de estudos afro-brasileiros circularam entre os presentes servindo a todos o delicioso bolo.

O grupo de estudos indígenas levou ao palco além de danças contemporâneas e tradicionais, uma encenação da “lenda da mandioca”, lembrando que a mandioca (também conhecida como aipim e macaxeira em outras regiões do país), faz parte da base alimentar do indígena brasileiro.

O grupo de estudos da cultura cigana mostrou em encenação, o ritual do casamento cigano e empolgou ao final da apresentação com a música sucesso de Sidney Magal, Sandra Rosa Madalena, cantada e coreografada pelos estudantes.

Os integrantes da equipe multidisciplinar do colégio aproveitaram para agradecer aos alunos e familiares pela participação e também aos demais professores e funcionários do Colégio que empenharam o máximo de sua capacidade e boa vontade para o sucesso do 1º Encontro Inter-Étnico do Colégio Professor Paulo Stencel.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Diretoras das escolas municipais de São Mateus do Sul tomam posse para dois anos de mandato
Colégio Estadual São Mateus é contemplado com verba do Governo do Estado
21/03: O Dia Internacional da Síndrome de Down