Educação e Cultura

Colégios estaduais de São Mateus do Sul recebem investimentos do Governo do Estado

Cerimônia efetivou a entrega de computadores e a apresentação dos recursos obtidos através da chefia da Casa Civil do Estado. (Foto: Alexandre Müller/Gazeta Informativa)

O encontro realizado na sexta-feira (26/01) reuniu o chefe da casa civil, Valdir Rossoni junto dos diretores da rede estadual de ensino de São Mateus do Sul para a assinatura do termo de adesão ao Programa Escola Conectada, criado para atualizar o parque tecnológico das escolas públicas pelo qual estão sendo disponibilizados R$ 283 milhões para a compra de computadores.

Os colégios de São Mateus do Sul receberam 58 novos computadores que serão destinados aos setores pedagógicos e administrativos, objetivando aprimorar o atendimento e consequentemente o ensino dos alunos.

Foram 3 computadores para a Escola Anselmo Folador, 10 unidades para o Colégio Duque de Caxias, 4 unidades para o Centro Estadual de Educação Básica para Jovens e Adultos (CEEBJA), 6 unidades para o Colégio Eugênio de Almeida, 6 unidades para o Colégio do Lajeado, 6 unidades para o Colégio Orlanda Distefani Santos, 5 para o Colégio Paulo Stencel, 10 unidades para o Colégio São Mateus, 4 unidades para o Colégio do Turvo e mais 4 unidades para o Colégio Zuleide Portes.

Na oportunidade os diretores escolares enalteceram o empenho da Casa Civil do governo do estado junto às instituições e elencaram as benfeitorias provindas através do programa Escola 1.000, que disponibilizou a quantia de R$ 700 mil a sete dos dez colégios do município para a reforma e melhora na infraestrutura dos estabelecimentos, obras que já estão quase em sua finalidade e alcançam milhares de alunos são-mateuenses, como destacam os diretores.

Os colégios também comemoram o repasse de cota extra para aquisição de materiais permanentes, ou seja, mobiliários como armários, mesas, arquivos e demais, no valor de R$ 8 mil destinados diretamente a cada um dos colégios.

Dentre outras melhorias, se destaca o repasse de duas verbas ao Colégio Estadual São Mateus no valor de R$ 150 e R$ 152 mil destinados respectivamente a troca da fiação elétrica e a ampliação da rede elétrica da instituição. O Colégio Estadual do Campo Professor Eugênio de Almeida recebeu verba para a construção de um anfiteatro no valor de R$ 825 mil e a Escola Estadual do Campo Anselmo Folador da comunidade de Cambará, o valor de R$ 130 mil para melhorias de infraestrutura.

Todas as medidas fazem parte do compromisso firmado com a educação pública do Estado por parte do governador Beto Richa, afirma Rossoni que ainda menciona, “São Mateus do Sul é exemplo em gestão educacional, um município que alunos da rede privada são matriculados na rede estadual procurando qualidade”.

O chefe da Casa Civil também adiantou que o governo estadual vai lançar nas próximas semanas um programa de reforma de 200 Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE’s) de todas as regiões do Estado. “Cada unidade receberá até R$ 100 mil e também caberá aos diretores, professores e pais decidirem quais obras deverão ser realizadas. Esse sistema funcionou muito bem e nos ajudou a executar o Escola 1.000 sem grandes problemas, e será mantido”, explicou.

As obras são coordenadas pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (FUNDEPAR) e supervisionadas pela Casa Civil. Os diretores aproveitaram o momento para fazer mais reivindicações visando melhorar a estrutura de seus colégios e de acordo com Rossoni, São Mateus do Sul sempre será visto com bons olhos por se exemplo para o Paraná.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Colégio da Vila Americana é destaque em avaliação estadual das escolas públicas
Jovem são-mateuense realiza intercâmbio nos Estados Unidos
Aos 59 anos, são-mateuense realiza o sonho de se formar em curso superior