Colheita de soja já passa da metade de da área plantada. (Fotos: Internet)

A colheita da soja no Paraná segue firme e já ultrapassa a metade da área que foi plantada na safra 2020/21, chegando a 58%, segundo o Deral (Departamento de economia Rural). As condições do clima permitiram o avanço nas colheitas e também ocorreu a pressa dos produtores para que possam iniciar, em seguida, o plantio da safrinha do milho.

Os trabalhos, tanto de colheita da soja quanto do plantio do milho safrinha, estão atrasados devido à demora causada pelo plantio tardio da safra 2020/21, em função da seca e excesso de chuvas desde janeiro que tornaram os trabalhos de colheita mais lentos, levando em consideração que somente após a colheita da soja é que entra a do milho em muitas regiões. Mas a previsão para a próxima semana é de chuvas, o que pode atrasar ainda mais a colheita da soja, mas não deve prejudicar a qualidade das sementes.

Considerando o calendário estabelecido pelo Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), a janela de plantio do milho safrinha já se encerrou na maior parte dos municípios paranaenses. Isso significa que os produtores que ainda estão colhendo a soja e pretendem plantar milho na sequência, perdem a possibilidade de adesão ao seguro rural e devem lidar com maiores riscos climáticos durante o desenvolvimento das plantas. Mas os bons preços do milho acabam sendo um incentivo aos produtores para seguirem mesmo sem o seguro.

Hugo Lopes Júnior
Últimos posts por Hugo Lopes Júnior (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Patrocínio da Petrobras ajuda na instrução de jovens produtores rurais e suas famílias
Seminário Municipal da Agricultura Orgânica acontece em São Mateus do Sul
Cooperativa de agricultores vende produtos orgânicos diariamente em São Mateus do Sul