O Plano Diretor ocorre de 10 em 10 anos e é a ferramenta central do planejamento das cidades brasileiras. (Foto: Cláudia Burdzinski/Gazeta Informativa)

Desde o início da elaboração do Plano Diretor de São Mateus do Sul – em abril de 2018 –, a Gazeta Informativa vem relatando aos leitores matérias sobre o projeto, que é a principal lei de um município, e junto disso, possui uma maior relevância para a efetivação do desempenho e melhorias em todos os conjuntos essenciais em uma cidade, como mobilidade, saúde, educação, infraestrutura, turismo, indústria, entre outros. A empresa responsável pela consultoria do Plano Diretor do município é a Hyczy Engenharia.

Em todo esse período, foram realizadas audiências públicas e oficinas com a população, que puderam propor melhorias para seus bairros. Houveram inúmeras ideias elencadas pelos moradores, em que a empresa responsável, junto da gestão municipal, debateram quais seriam viáveis para o desenvolvimento do município, apresentando dentro do projeto um planejamento.

Ocorrendo de 10 em 10 anos em municípios com mais de 20 mil habitantes, o Plano Diretor engloba a Lei Federal nº 10.257/2001, e é a ferramenta central do planejamento das cidades brasileiras. O Plano Diretor serve para orientar o desenvolvimento e ordenamento da expansão urbana do município. Ele deve responder questões de como fazer com que a cidade se desenvolva de forma organizada.

De acordo com Guilherme Distéfano, arquiteto e urbanista da Prefeitura Municipal, o Plano Diretor já está em fase de conclusão, e no momento foi criado uma comissão de acompanhamento responsável pela revisão do Plano Diretor.

Os membros dessa comissão são: secretário João Alfredo Buchner da Silva, assessor de planejamento Andrey Chaves Wactavski, secretário Jorge Manfroni, secretário Jean Michel Rocha e assessora Selma Carla K. Dvojatzki, secretária Mirna B. Bonato, secretário Marcelo Daniel Jacopetti, secretário Hélio T. Sakurai, secretário Marcos Alberto D. Filho, secretária Giceli M. de Fátima B. Pereira, secretário Vilmar Ulbrich, vereador Miguel Ângelo P. Magnani Junior e presidente do Concelho Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente (COMDEMAB), Guilherme D. Santos.

A última reunião sobre o assunto foi no dia 10 de janeiro, às 9h. As próximas audiências públicas ainda não possuem datas específicas, mas serão divulgadas pela equipe da Prefeitura Municipal.

Estudante de Jornalismo que adora escrever e conhecer um pouco sobre a vida e a história de cada pessoa envolvida. Preza pela essência que é repassada na produção de cada matéria, valoriza os pequenos gestos e apoia o ativismo ambiental. E-mail para contato: claudia@gazetainformativa.com.br

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Município de São Mateus do Sul não deve renovar contrato para a limpeza urbana
Luiz Adyr tem projeto de construir nova Prefeitura para São Mateus do Sul
Agência do Trabalhador de São Mateus do Sul recebe carro 0 km

Deixe seu comentário

*