Odontologia e Saúde Bucal - Valéria Kruchelski Huk

Como cuidar da sua Dentadura

Imagem Ilustrativa

A dentadura (ou prótese total) substitui os dentes perdidos auxiliando na mastigação, na fala e melhorando a estética – devolve o tônus muscular, ou seja, deixa o músculo firme diminuindo as linhas e marcas de expressão em algumas regiões da face como bochechas e lábios.

A pergunta mais comum é: como eu limpo a minha dentadura? A limpeza pode ser feita em duas “etapas”: mecânica e química. A limpeza mecânica é feita com a escova de dente e sabão neutro. Essa limpeza deve ser realizada após cada refeição – todos os dias. Já a limpeza química pode ser feita diluindo uma colher de sopa (15 ml) de água sanitária em um copo (aproximadamente 300 ml) de água. A dentadura deve ser colocada de molho nessa mistura durante a noite e pela manha é preciso escovar a prótese. Este processo deve ser repetido a cada quinze dias. Lembre-se: devemos realizar os dois tipos de limpeza na dentadura pra que ela fique completamente limpa.

Além disso, a escovação da língua e limpeza da gengiva com uma escova macia também deve ser feita. Outros cuidados incluem a remoção da dentadura no período da noite, enquanto dorme, evitar fazer ajustes e desgastar, evitar colar a dentadura em caso de rachaduras ou quebras e não ferver em água quente.

Se você faz uso de dentadura observe alguns aspectos: quantos anos têm a sua dentadura? Próteses muito antigas ou mal conservadas perdem a adaptação e facilitam o desenvolvimento de fungos e feridas na boca. Verifique se a dentadura está firme, ela não deve se movimentar durante a fala, mastigação, etc. Outro ponto importante é observar se a dentadura não está machucando ou apertando a gengiva, lábios ou céu da boca.

Fique atento: ao sentir ardência na boca, observar feridas, manchas avermelhadas ou esbranquiçadas, sentir a dentadura solta na boca (enquanto mastiga e fala), ou sentir que ela está machucando é importante consultar um dentista para um exame mais detalhado.

Os retornos ao consultório devem ser feitos pelo menos uma vez ao ano para que o dentista possa observar as condições de higiene da boca e da prótese.

Últimos posts por Valéria Kruchelski Huk (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
O dente quebrou, e agora?
Ano novo, sorrisos novos
A polêmica da Cúrcuma