A partir deste ano, a Secretaria da Fazenda do Paraná não vai mais enviar o boleto impresso para o pagamento do IPVA. (Imagem Ilustrativa)

O vencimento da primeira parcela ou da parcela única do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) será neste mês de janeiro de 2020. Conforme a Secretaria da Fazenda do Paraná, as demais parcelas vencerão em fevereiro e março. Confira a tabela mais abaixo. Os contribuintes que fizerem o pagamento à vista terão 3% de desconto sobre o valor do IPVA deste ano.

A expectativa do estado é lançar cerca R$ 3,3 bilhões com os boletos do IPVA. Desse valor, 50% fica com os municípios de licenciamento do veículo. O dinheiro recolhido é aplicado em áreas como educação, saúde e segurança.

Os contribuintes que fizerem o pagamento à vista terão 3% de desconto sobre o valor do IPVA deste ano.

A expectativa do estado é lançar cerca R$ 3,3 bilhões com os boletos do IPVA. Desse valor, 50% fica com os municípios de licenciamento do veículo. O dinheiro recolhido é aplicado em áreas como educação, saúde e segurança.

Calendário de vencimento

Prazo de pagamento (à vista)

Placas com finais:

1 e 2: 23/01/2020;
3 e 4: 24/01/2020;
5 e 6: 27/01/2020;
7 e 8: 28/01/2020;
9 e 0: 29/01/2020.

Prazo de pagamento (parcelado)

Placas com finais:

1 e 2: 23/01/2020 (primeira parcela), 17/02/2020 (segunda parcela), 23/03/2020 (terceira parcela);
3 e 4: 24/01/2020 (primeira parcela), 18/02/2020 (segunda parcela), 24/03/2020 (terceira parcela);
5 e 6: 27/01/2020 (primeira parcela), 19/02/2020 (segunda parcela), 25/03/2020 (terceira parcela);
7 e 8: 28/01/2020 (primeira parcela), 20/02/2020 (segunda parcela), 26/03/2020 (terceira parcela);
9 e 0: 29/01/2020 (primeira parcela), 21/02/2020 (segunda parcela), 27/03/2020 (terceira parcela).

Fim do boleto impresso

A partir deste ano, a Secretaria da Fazenda do Paraná não vai mais enviar o boleto impresso para o pagamento do IPVA.

Com a nova medida, uma das opções é emitir a guia pelo site da secretaria. Neste caso, o contribuinte poderá escolher a forma de pagamento, à vista ou em três parcelas, e imprimir o boleto para realizar o pagamento.

Conforme a secretaria, o proprietário do veículo também poderá pagar o imposto apenas com o número do Renavam, que consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), nos caixas de sete bancos credenciados. Veja os bancos abaixo.

Os contribuintes que são clientes dos bancos credenciados, segundo a secretaria, poderão ainda realizar o pagamento em outros canais de atendimento, como internet ou aplicativo do banco.

De acordo com a Secretaria da Fazenda, a expectativa é economizar aproximadamente R$ 8 milhões sem a realização de impressão e envio das guias.

Bancos credenciados: Banco do Brasil; Itaú; Santander; Bradesco; Sicredi; Banco Rendimento; Banco Cooperativo do Brasil.

Fonte: G1

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Agência do Trabalhador de São Mateus do Sul recebe carro 0 km
Motoristas de transporte escolar em São Mateus do Sul deverão ser habilitados na atividade
Agência do Trabalhador organiza Dia D para inclusão de pessoas com deficiência física no mercado de trabalho