A partir deste ano, a Secretaria da Fazenda do Paraná não vai mais enviar o boleto impresso para o pagamento do IPVA. (Imagem Ilustrativa)

O vencimento da primeira parcela ou da parcela única do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) será neste mês de janeiro de 2020. Conforme a Secretaria da Fazenda do Paraná, as demais parcelas vencerão em fevereiro e março. Confira a tabela mais abaixo. Os contribuintes que fizerem o pagamento à vista terão 3% de desconto sobre o valor do IPVA deste ano.

A expectativa do estado é lançar cerca R$ 3,3 bilhões com os boletos do IPVA. Desse valor, 50% fica com os municípios de licenciamento do veículo. O dinheiro recolhido é aplicado em áreas como educação, saúde e segurança.

Os contribuintes que fizerem o pagamento à vista terão 3% de desconto sobre o valor do IPVA deste ano.

A expectativa do estado é lançar cerca R$ 3,3 bilhões com os boletos do IPVA. Desse valor, 50% fica com os municípios de licenciamento do veículo. O dinheiro recolhido é aplicado em áreas como educação, saúde e segurança.

Calendário de vencimento

Prazo de pagamento (à vista)

Placas com finais:

1 e 2: 23/01/2020;
3 e 4: 24/01/2020;
5 e 6: 27/01/2020;
7 e 8: 28/01/2020;
9 e 0: 29/01/2020.

Prazo de pagamento (parcelado)

Placas com finais:

1 e 2: 23/01/2020 (primeira parcela), 17/02/2020 (segunda parcela), 23/03/2020 (terceira parcela);
3 e 4: 24/01/2020 (primeira parcela), 18/02/2020 (segunda parcela), 24/03/2020 (terceira parcela);
5 e 6: 27/01/2020 (primeira parcela), 19/02/2020 (segunda parcela), 25/03/2020 (terceira parcela);
7 e 8: 28/01/2020 (primeira parcela), 20/02/2020 (segunda parcela), 26/03/2020 (terceira parcela);
9 e 0: 29/01/2020 (primeira parcela), 21/02/2020 (segunda parcela), 27/03/2020 (terceira parcela).

Fim do boleto impresso

A partir deste ano, a Secretaria da Fazenda do Paraná não vai mais enviar o boleto impresso para o pagamento do IPVA.

Com a nova medida, uma das opções é emitir a guia pelo site da secretaria. Neste caso, o contribuinte poderá escolher a forma de pagamento, à vista ou em três parcelas, e imprimir o boleto para realizar o pagamento.

Conforme a secretaria, o proprietário do veículo também poderá pagar o imposto apenas com o número do Renavam, que consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), nos caixas de sete bancos credenciados. Veja os bancos abaixo.

Os contribuintes que são clientes dos bancos credenciados, segundo a secretaria, poderão ainda realizar o pagamento em outros canais de atendimento, como internet ou aplicativo do banco.

De acordo com a Secretaria da Fazenda, a expectativa é economizar aproximadamente R$ 8 milhões sem a realização de impressão e envio das guias.

Bancos credenciados: Banco do Brasil; Itaú; Santander; Bradesco; Sicredi; Banco Rendimento; Banco Cooperativo do Brasil.

Fonte: G1

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Certificação em cartórios já pode ser realizada de maneira remota através do meio digital
Descarte de lixo eletrônico
Grupo se reúne para intensificar os direitos das mulheres em São Mateus do Sul