(Imagem Ilustrativa)

Como fazer o catolicismo, com seus dois mil anos de idade, parecer mais moderno? Simples: tecnologia.

Durante uma coletiva de imprensa na última semana, o Vaticano anunciou o lançamento do eRosary, um dispositivo eletrônico que funciona como um “rosário inteligente” – um gadget que monitora a atividade física e, de quebra, ajuda os usuários em suas orações.

Dessa forma, o papa (e a Igreja Católica) entram no crescente fenômeno dos wearables: roupas, calçados, acessórios e qualquer tipo de dispositivo vestível conectado à internet. Sabe aquele seu amigo que comprou um Apple Watch (ou modelos de relógio similares da Samsung, Xiaomi, etc.)? É exatamente isso.

Segundo a Forbes, o mercado de wearables vai dobrar até 2022. A previsão é que ele valha mais de US$27 bilhões até lá, com 233 milhões de dispositivos comercializados. Não é por menos, afinal, há diversas aplicações para eles: dá para usar no trabalho, para fazer exercícios, monitorar a saúde – e colocar as orações em dia.

O eRosary é composto por dez contas (ou “bolinhas”, feitas com ágata preta e hematita) e uma central de processamento em formato de cruz, cujo sensor mapeia a atividade física do usuário: batimentos cardíacos, respiração, pressão, entre outros. Confira a ficha técnica da pulseira, segundo o site The Verge:

– Bluetooth 5.0
– Resistência à água e poeira
– Carregamento sem fio
– Bateria de íon de lítio com capacidade de 15mAh.

O aparelho foi desenvolvido pela GadgeTek, uma divisão da Acer, e pode ser conectado ao Click To Pray (“Clique para Rezar”, um trocadilho com a palavra “play”). O aplicativo funciona como uma espécie de “Spotify católico”: dá para compartilhar orações com outros fiéis e até com o próprio Papa Francisco – o projeto faz parte de uma iniciativa da Igreja Católica para criar uma rede integrada de devotos mundo afora.

Além disso, o dispositivo “atualiza” a tradição católica de rezar o rosário: guiando-se pelas contas, como manda o costume, é possível personalizar a oração, escolhendo versões temáticas para a reza que serão lançadas ao longo do ano.

O preço? US$110 (R$449). Por ora, o eRosary está à venda apenas na Amazon da Itália e na loja online da Acer. Resta saber se os católicos vão se adaptar ao upgrade.

Fonte: Superinteressante

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Bairros de São Mateus do Sul passarão por falta de abastecimento de água
Mudança de horário acontecerá apenas em novembro
Grupo de jovens participa de retiro no Rio Grande do Sul

Deixe seu comentário

*