O Governo do Estado confirmou na última terça-feira (11), a existência de um cenário de epidemia da Influenza H3N2 em nosso estado. (Divulgação Agência Estadual de Notícias – PR)

Após um abrandamento no cenário de pandemia da Covid-19 observado no final de 2021, o mês de janeiro vem trazendo um significativo aumento nas confirmações de casos relacionados à doença. É o que indicam os boletins de saúde municipais, além dos estaduais. O Brasil inteiro voltou a viver um cenário que retorna a exigir bastante cuidado e responsabilidade por parte de todos os cidadãos.

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura Municipal, São Mateus do Sul conta, até o fechamento desta edição, com 108 casos de vírus ativo no município. Nossa cidade já totaliza 85 óbitos relacionados ao coronavírus e 5.073 casos confirmados até aqui.

Reabertura da unidade sentinela

Através de comunicado oficial, a secretária de Saúde de São Mateus do Sul, Daiane Metka Ribeiro, confirmou a reabertura da unidade sentinela, que está localizada ao lado do Pronto Atendimento Municipal. A mesma havia sido descentralizada no ano passado, mas em virtude do contexto vivido atualmente, está disponível para pacientes portando sintomas respiratórios, assim como as demais Unidades de Saúde em nosso município. “Pessoas apresentando sintomas leves ou moderados deverão procurar a unidade de saúde mais próxima, ou a unidade sentinela, que está atendendo das 12h às 20h. Para os casos mais graves, o mesmo é recomendado”, afirmou ela.

A Secretaria de Saúde do município confirmou durante esta semana, a reabertura da unidade sentinela para atendimento de pacientes com sintomas respiratórios, estando a mesma localizada ao lado do Pronto Atendimento Municipal.

Com relação às características dos casos atendidos, a secretária também comentou. “A maioria dos casos está relacionada com a presença de sintomas leves. Isso se deve à imunização em nosso município, onde hoje cerca de 37 mil pessoas estão imunizadas com a primeira dose. Para aqueles que necessitam tomar a segunda dose, é necessário ter atenção ao calendário”, frisou ela.

Primeiro caso da variante ômicron no Paraná

Na última quarta-feira (12), a Secretaria de Estado da Saúde confirmou a detecção do primeiro caso da variante ômicron no Paraná. O caso foi observado junto a um exame do Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen), sendo posteriormente enviado à Fiocruz, no Rio de Janeiro. O secretário da pasta, Beto Preto, fez um apelo à população com o objetivo de evitar uma transmissão desenfreada da variante em nosso estado. “Todas as medidas estão no nosso radar, mas neste momento qualquer tipo de aglomeração fora do comum deve ser evitada. Precisamos retomar os cuidados, caso contrário vamos ver nossos hospitais apresentarem grande lotação nos próximos dias”, afirmou ele.

Não deixe de acompanhar o calendário de vacinação, cuja aplicação das doses de reforço também é essencial para a manutenção da saúde de toda a população são-mateuense. (Fotos: Éber Deina/Gazeta Informativa)

De acordo com o presidente da Comissão de Enfrentamento à Covid-19 da UFPR (Universidade Federal do Paraná), Emanuel Maltempi, a variante ômicron já está em circulação comunitária na capital paranaense. “Com esse número de amostras positivas para esta variante, nós podemos dizer com alto grau de certeza que estamos tendo transmissão comunitária já há algumas semanas em Curitiba”, declarou ele.

Epidemia de H3N2

Na última terça-feira (11), o Paraná decretou epidemia de Influenza H3N2. O secretário de Saúde afirmou que o estado tem 832 casos confirmados, já contando com 12 mortes provocadas pela doença. De acordo com a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), os testes foram realizados na rede sentinela e o número de casos deve ser entre 20 a 30 vezes maior do que o registrado. A estratégia do Governo do Estado será de reforço da imunização contra a Influenza e também contra a Covid-19.

Não deixe de exercer a sua cidadania e vacine-se também!

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Médicos podem paralisar atendimento a partir de sexta-feira (30) no Hospital Dr. Paulo Fortes
Centro de Atendimento de Saúde da Apae é inaugurado em São Mateus do Sul
Prefeito autoriza ampliação do Ambulatório Médico Washington Gusso