Apreensões realizadas no correr de 2020. (Fotos: Cedidas pelo 27º BPM)

Ocorrências dos mais diversos tipos, como apreensões de armas e drogas, roubos e furtos tiveram crescimento em São Mateus do Sul em 2020 comparado com 2019, de acordo com dados fornecidos pelo 27º Batalhão de Polícia Militar (PM).

Nas apreensões de drogas, o crescimento em 2020 foi de 12%. Em 2019 foram registradas 56 ocorrências, número que cresceu para 70 em 2020. No ano passado foram 16 ocorrências apenas na Vila Bom Jesus, a região do município onde mais ocorrem apreensões, uma a menos do que em 2019. As apreensões de drogas se pulverizaram por diversos bairros do município no último ano, com as Vilas Americana, Amaral e Palmeirinha entrando entrando no grupo das cinco regiões com mais casos registrados, ao lado da Bom Jesus e da Vila Nova.

Já nas apreensões de armas de fogo há dois dados a serem analisados. Um é das operações da Polícia Civil em conjunto com a Militar, no qual se registram 124 ocorrências em 2019 e 162 em 2020, o que representa aumento de 14%. Já outro dado é o das apreensões realizadas apenas pela Polícia Militar, em que também houve crescimento, mas de 12%.

Em 2019 houveram 27 apreensões de armas, sendo a maioria registrada na zona rural do município, na Vila Nova, na Vila Bom Jesus, no Centro e na Vila Amaral. Em números absolutos, em 2020 foram 34 armas de fogo recolhidas pela polícia e se inverteu o ranking das regiões com mais ocorrências registradas. A Bom Jesus passou a encabeçar a lista com 11 apreensões (contra 3 de 2019), seguida pela Vila Nova com 4, pelo centro com 3 (mantidos os números de 2019) e pela zona rural, com duas apreensões registradas.

Furtos diminuem e roubos aumentam

Antes de mais nada é importante deixar clara a diferença entre furto e roubo. Em linhas gerais o furto acontece na famosa “mão leve”, quando alguém se apropria dos bens de outra pessoa, mas sem que haja violência. Já o roubo tem justamente essa última característica, é a subtração de algum pertence por meio da violência.

Os furtos simples caíram de 102 em 2019 para 78 no ano passado. A diminuição de casos dessa natureza se deu nos bairros, pois o Centro mantém índices mais elevados do que em outras regiões do município. Ocorreram 37 casos na área central em 2019, o que subiu para 42 em 2020.

Em 2019 a Vila Amaral teve 11 casos, que caíram para 6 em 2020. Vila Prohmann e Jardim São Joaquim, que estavam entre os cinco lugares com mais casos em 2019, não figuram no ranking do ano passado.

Já no caso dos roubos, foram registrados 12 casos a mais em 2020 (43) em relação ao ano anterior (31). O Centro foi onde mais aconteceram casos e os números mais que dobraram de um ano para outro. Foram sete ocorrências em 2019 e 15 em 2020.

Nepomuceno, zona rural, Jardim São Joaquim e Vila Verde tiveram dois casos cada em 2019. Já no ano passado dobraram as ocorrências na zona rural, chegando a seis. Vilas Prohmann e Amaral tiveram três cada uma.

Diferente do país, ocorrências de violência doméstica não aumentaram na pandemia

No Brasil e em diversos outros países do mundo a violência contra a mulher aumentou de forma considerável durante a pandemia. Dados da ONU Mulher mostram que houve crescimento de 30% no Chipre, 33% em Singapura, 30% na França e 25% na Argentina. Só no estado do Rio de Janeiro houve crescimento de 50% nas ocorrências dessa natureza desde que a pandemia começou.

Mas em São Mateus do Sul houve estabilidade nos números de casos de um ano para outro. Foram 104 em 2019 e 106 em 2020. O ideal seria a violência zero, mas não seguir a tendência global de grandes aumentos nesse tipo de ocorrência é um bom indicador para o município.

Em 2019 as regiões com mais casos eram a Vila Amaral (13), o Centro (11), a Pinheirinho (5), a Prohmann (5) e a Vila Verde (5). Já em 2020 Centro, Amaral e Vila Verde tiveram nove casos cada, enquanto a Prohmann teve seis e a zona rural cinco.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Em São Mateus do Sul, mulher briga com marido e coloca fogo na casa
Caminhonete com placas de São Mateus do Sul é furtada no litoral de SC
Morador de São Mateus do Sul morre após ser atingido por viga em Rebouças