(Foto: Divulgação)

No Dia Internacional da Enfermagem, comemorado anualmente em 12 de maio, a secretaria de Estado da Educação, por meio da representação regional – Núcleo Regional de Educação (NRE) – anunciou que vai ofertar o curso técnico em enfermagem, de forma inédita na região. No município de São Mateus do Sul, o Colégio Estadual São Mateus, será o local deste ensino especializado, noturno e gratuito a partir de 2021.

Uma agenda entre o chefe do NRE de União da Vitória, Carlos Polsin, equipe técnica e diretora do Colégio São Mateus, Telma Staniszewski, confirmou o anúncio. “Há muito tempo a comunidade escolar, e local do Colégio, almejavam a abertura deste curso que é de extrema relevância na educação profissional, pois o aluno praticamente sai empregado na conclusão do curso”, enalteceu o responsável pelo Núcleo.

“Além disso, eles terão excelente corpo docente e campo para estágio e aperfeiçoamento dos seus ensinamentos”, completou Carlos Polsin. Ainda, ele citou, a infraestrutura, gestão escolar e profissionais qualificados para a oferta do curso que será importante para toda a região. Há perspectiva de iniciar as inscrições ao final deste ano e com possibilidade de implantar, a primeira turma, já em 2021.

Após a reunião com Polsin, realizada na última terça-feira (12), Telma Staniszewski qualificou como ‘excelente notícia’ a confirmação. “Sabemos da importância da implantação deste curso técnico em enfermagem. É um curso novo que vem somar aos demais cursos que o Colégio já oferece”, disse a diretora. Ao passo que ressaltou o esforço e empenho do NRE para tornar possível a iniciativa.

“Com certeza isso vem para somar com a nossa região”, acrescenta. Telma Staniszewski menciona a expansão deste novo curso para as cidades de São João do Triunfo e Antonio Olinto que já tem alunos matriculados nos demais cursos técnicos da instituição que ela dirige. O curso vai funcionar na modalidade subsequente ao ensino médio, no período noturno e por dois anos para concluir a formação.

Origens e ideias

A professora Telma destaca que a iniciativa de implantar o curso nasceu há mais ou menos um ano e meio. Tendo uma estrutura bem montada e com espaço disponível, o Colégio, pela escassez de curso técnico em enfermagem no município e região, iniciou a empreitada. “É o curso mais procurado pelas instituições no estado”, explica. “É um dos mais difíceis de serem liberados”, descreve a diretora.

A dificuldade maior, talvez, incidia sobre materiais para viabilizar o ensino prático e o governo não estaria liberando estes instrumentos. “Um dos bonecos, de reanimação, que era necessário para o laboratório nós já tínhamos”, detalha. A partir de então, mostrando a comprovação de alguns equipamentos, o Colégio encaminhou o pedido para a implantação, citando o que faltava.

Momento da reunião com o chefe do Núcleo Regional de Educação (NRE) de União da Vitória, professor Carlos Alberto Polsin, professora Francielli Maltauro, professora Telma Staniszewski Diretora do Col. Est. São Mateus e a professora Eliz Bernardino, Coordenadora do Setor de Estrutura, para tratar da autorização para a implantação do curso de Técnico em Enfermagem para o referido colégio, importante conquista há tempos almejada por toda aquela comunidade escolar. (Foto: NRE – União da Vitória)

A maca e o acervo bibliográfico poderiam ser o entrave, pela ausência. Mas a direção apontou ter recurso financeiro, fundo rotativo, ou buscar recurso federal para esta compra. Além disso, um convênio para viabilizar estágios. “Todos estes encaminhamentos precisam ser feitos antes”, justifica. Necessidade de um hospital com Unidade de Terapia Intensiva (UTI), também é inerente ao processo.

O Colégio São Mateus viabilizou e confirmou um convênio com o Hospital Regional de União da Vitória. Bem como, com o Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes e prefeitura. Mesmo com o processo encaminhado, Telma frisou que o processo era complicado, mas com apoio da equipe do NRE, e chefia, as ações seguiram e a proposição teve aval da secretaria de Estado da Educação.

Uma força tarefa, com apoio e respaldo da Comissão Estadual de Educação, sustentados na eminente ausência destes profissionais, em especial num momento de pandemia, foram mobilizados. “Veio num momento importantíssimo”, comemorou a diretoria sobre o anúncio feito. A diretora mencionou, ainda, o fato de ter recebido esta notícia justamente no dia mundial das (os) enfermeiras (os).

Curso e ensino

A previsão é de que a primeira turma possa iniciar em 2021. Não está ainda definido o processo de entrada, mas tende a ser seletivo por prova. O curso é gratuito e vai funcionar em período noturno, com duração de dois anos, para quem concluiu o ensino médio e tem 18 anos. Detalhes mais precisos sobre todo o ensino e critérios gerais devem ser definidos assim que passar pelo aval do Conselho Estadual de Educação e Governo Estadual.

A instituição possui grande parte dos equipamentos necessários e deve viabilizar a aquisição do restante que falta. Os docentes que irão ministrar aulas deverão ser contratados, para o ensino, via governo estadual. “Qualificados para poder lecionar neste curso. Serão profissionais de alta qualificação”, afirma. “Só vem a somar, ainda mais, para a família do Colégio São Mateus”.

Telma Staniszewski destaca o compromisso da instituição que dirige no sentido de promover o ensino público e de qualidade. Neste contexto, sendo o curso técnico em enfermagem mais uma formação importante para São Mateus do Sul e região. “A gente sabe que será um curso de qualidade, assim como são os demais cursos que temos no nosso Colégio”, reafirma a diretora.

Sidnei Muran

Sidnei Muran

Jornalista (MTB 7597 DRT/PR), formado pelo Centro Universitário de União da Vitória (Uniuv), pós-graduado em História e Cultura pela Unespar – campus de União da Vitória e Licenciado em História pela Unespar – campus de União da Vitória.
Sidnei Muran

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Enem terá mudanças e contará com fase geral e específica com área de conhecimento escolhida pelo aluno
Senac São Mateus do Sul realizará Feira de Profissões
Educa Mais Brasil: abertas as inscrições para bolsas de estudo no Paraná