(Foto: Divulgação)

Paralisados durante a pandemia, os voos entre Curitiba e União da Vitória serão retomados em 2022 dentro do Voe Paraná, maior programa de aviação regional do Brasil.

A informação foi confirmada nesta quinta-feira (21), pelo Líder do Governo, deputado Hussein Bakri, em discurso na Assembleia Legislativa.

A definição se deu em reunião na sede da Azul, em Campinas (SP), com a presença do governador Ratinho Junior; dos secretários Guto Silva (Casa Civil), Sandro Alex (Infraestrutura) e Márcio Nunes (Turismo); e do presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin.

“Nos anos 1950, três empresas faziam voos em União da Vitória. Em 1960, infelizmente isso acabou. Quando o cidadão vê na tela do aeroporto o nome da sua cidade, há um ganho imensurável de projeção e autoestima. A volta do Voe Paraná vai ser fundamental para o planejamento de retomada econômica no pós-pandemia, com a atração e ampliação de negócios e a geração de emprego e renda”, comemorou Hussein Bakri.

O primeiro voo entre União da Vitória e Curitiba ocorreu em outubro de 2019, mas, no momento em que o município era um dos líderes de venda de passagens entre os mais de 10 destinos no interior do Paraná, o programa precisou ser interrompido devido às restrições impostas pelo coronavírus.
No retorno do Voe Paraná, a Azul também vai operar voos regionais para mais 14 cidades: Guaíra, Paranavaí, Francisco Beltrão, Cornélio Procópio, Cianorte, Campo Mourão, Telêmaco Borba, Arapongas, Apucarana, Umuarama, Ponta Grossa, Toledo, Pato Branco e Guarapuava.

Informações de VVale

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Pescadores são presos em São João do Triunfo por pesca predatória
Município de Antonio Olinto adere a paralisação
Estado libera caminhões-pipa, em definitivo, para São Mateus do Sul e Triunfo