(Imagem Ilustrativa)

A complexidade de Deus vem pela dificuldade que nós temos de imaginar como é o criador, podemos fazer os maiores esforços que nossa capacidade intelectual permita e não sairemos do zero.

Em o livro dos Espíritos, na primeira pergunta, Kardec indagou os espíritos da codificação da seguinte forma: o que é Deus? E os espíritos responderam que Deus é a inteligência suprema, causa primaria de todas as coisas.

Sendo inteligência suprema, criou tudo que existe de forma simples, criou a harmonia entre toda a sua obra, e quando algo quebra essa harmonia, acontece os contratempos da vida.

Assim como a escuridão não existe, é apenas a ausência da luz, o mal também não existe, ele é apenas a ausência do bem, e se sofremos as mais diversas agruras, é porque em algum momento, por nossa imprevidência, quebramos a harmonia do universo e nos ausentamos do bem, ou seja, de Deus.

Como inteligência suprema, Deus também sabia, que teríamos toda essa dificuldade para imagina-lo, então nos deu de presente, Jesus! Simples assim.

Cabe a nós, investigando nossos sofrimentos, identificar quando e como quebramos a nossa harmonia com Deus. Identificando, cabe também a nós corrigir o caminho, retornando ao convívio harmonioso com o criador, onde não existe o mal.

Muita paz, luz e saúde a todos, com as bênçãos do divino mestre, e até a próxima semana.

Oscar Okonoski
Últimos posts por Oscar Okonoski (exibir todos)

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS
Doe vida
Renunciar não é fácil
Sentimentos de Natal