Reflexão com Padre Marcelo S. de Lara

Deus no lugar certo

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Em nossa vida colocamos as coisas em cada lugar que desejamos: primeiro, segundo, terceiro etc, conforme o valor de importância que damos a elas. Damos mais importância e mais atenção àquilo que acreditamos ter maior valor para nós. Se por livre vontade nós elegemos os valores para nossa vidas, de outro lado, no mundo existe uma harmonia em uma escala de valores, que a humanidade deveria seguir para ter uma vida mais feliz.

Por não respeitarmos esta harmonia e querermos por nós mesmos ditarmos o que acreditamos ser melhor para nós é que por vezes experimentamos desajustes em nossa vida pessoal e em sociedade.

As grandes possibilidades técnicas geraram no ser humano a ilusão de que ele por si só, somente com a ajuda da técnica conseguiria gerar para si a felicidade. Aquilo que antes se esperava de Deus, hoje se busca no desenvolvimento humano. A técnica pode nos dar a conhecer muitas coisas, mas não nos faz conhecermos a nós mesmos. Muito das crises atuais enfrentadas pelo ser humano é por não se conhecer a si próprio, algo que a técnica não possibilita.

Tentamos preencher nossa felicidade por fora, pelo externo, adquirindo coisas, crescendo externamente, quando a felicidade é algo que brota de dentro de nós e não que venha de fora. Na base de todas as crises, sociais e pessoais, está a carência de Deus, o qual criou tudo em harmonia.

Encontramos nossa felicidade quando nos encontramos conosco mesmos, quando nos conhecemos, e isto nos é proporcionado quando colocamos no centro de nossa vida, Aquele que é o autor, o criador dela, que é Deus. Deus nos faz conhecer quem nós somos e a Ele encontramos dentro de nós. Por isso que, Seu lugar é no centro de nossa vida.

Toda vez que coloco Deus no centro, toda minha vida gira em torno Dele, que sendo o autor dela, melhor sabe os caminhos pelos quais devemos andar. É a partir Dele que vamos elencando a escala dos outros valores.

Sem dúvida, o principal propósito de 2016 para nós é deixar-se guiar por Aquele que melhor nos conhece, por Aquele que nos ama e que só deseja nossa felicidade, nossa realização. Mas para isso acontecer é preciso que nós livremente nos deixemos ser guiados por Ele. Nos ama tanto que nos deu a liberdade para seguirmos os caminhos que quisermos, mas também para que escolhamos o Seu Caminho por desejo livre de nos realizarmos.

Ainda que você esteja longe de Seus Caminhos, Ele sempre estará te aguardando; sempre é tempo. E como um pai e uma mãe amorosos, preocupados com a felicidade de seus filhos, Deus alegremente sempre te acolherá.

Que possamos refletir como está nossa abertura do coração para Deus nos guiar. Pensemos: Qual o lugar que Ele está tendo em sua vida?

Últimos posts por Pe. Marcelo S. de Lara (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
As Minorias na Mídia
A Oração: Um exercício da Quaresma
Não deixe o tempo passar