Especial

Dia do Repórter: profissional base da integridade da informação e da comunicação

Vamos conhecer um pouquinho do dia a dia destes profissionais que fazem de seu cotidiano a garantia de que o leitor, ouvinte, internauta ou espectador sempre estará mais próximo da informação.

Bom dia, boa tarde ou boa noite amigos leitores da Gazeta Informativa. Aqui estou eu, Gazetowski, o mascote do jornal, para mais uma vez conversar com vocês, e apresentar esta área profissional que o GI convive de perto, pois hoje, é dia do repórter!

Nesta sexta-feira (16), é comemorado em todo o território nacional o dia daquele profissional que faz a ponte entre a informação e os leitores, os telespectadores, os ouvintes, os internautas e todos aqueles que prezam pela informação sempre privilegiada que nós repórteres produzimos.

Profissional que faça chuva ou faça sol, faça frio ou calor, está sempre em alerta para levar as notícias com emoção a todas as pessoas. E é com a emoção que pondera a dimensão de seu profissionalismo, visando respeitar a integridade da informação.

Entendo um pouquinho de tudo para que eu possa ajudar a você amigo leitor a entender também, seja política, esportes, economia, cultura, história e tantos outros. Minha base profissional é tida num perfil ético e moral, o qual a profissão exige e faço questão de manter e ser exemplo, afinal de contas, atuo em um jornal que além de ser a identidade de uma cidade inteira é símbolo de compromisso e credibilidade.

Mesmo há pouco tempo atuando na área já me sinto como se tivesse nascido para isso e com uma aptidão incrível, sem falar no meu censo comum na busca por informações e histórias que possam cativar, motivar e incentivar as pessoas e foram tantas emoções neste curto espaço de tempo, as quais não esquecerei jamais.

Sim, sou um repórter e com minha caderneta em mãos, minha câmera sempre aposta e meu gravador me auxiliando na busca da integridade da informação numa era digital que propicia a todos o acesso rápido e fácil, mantenho os velhos tempos e o tradicionalismo à tona.

Em matérias expressamos nas entrelinhas do jornal a essência da informação. Na maioria das vezes contamos histórias de vida e corremos atrás, diariamente, de fatos que possam além de ajudar o amigo leitor, também o deixamos a par de tudo que acontece na Terra da Erva-mate e nas cidades vizinhas.

O microfone, temido por muitos, é uma das minhas principais ferramentas e utilizo dele para as vídeo-reportagens especiais. Não é à toa que simbolicamente meu formato é assim. Também adoro os momentos que através das redes sociais me aproximo ainda mais de vocês amigos leitores e internautas da Gazeta Informativa.

Sonhos! Corro atrás dos meus, os quais sempre se baseiam em ter aquele furo de reportagem e a exclusividade de informá-la aos leitores e internautas, e não posso esquecer de uma das coisas que mais gosto de fazer, realizar sonhos, e realizá-los através dessa ponte intelectual da comunicação e o poder da mídia.

E como já mencionei, mesmo há pouco tempo nesta área da comunicação tão concorrida, já realizei sonhos sim, contei a todos aquelas histórias de nossa cidade junto de meus colegas, também repórteres da Gazeta Informativa, momentos únicos que possibilitamos aos leitores apreciar histórias que muitas vezes estavam esquecidas ou mesmo desconhecidas e sob forte emoção e interação e eis o nosso diferencial, que vai além da credibilidade e chega mais perto da família são-mateuense.

O dia de amanhã à Deus pertence, mas posso garantir a cada um de vocês amigos leitores de que meu compromisso e de meus colegas, a Cláudia com sua responsabilidade, estima e conhecimento, o Alexandre com seu carisma, entusiasmo e dedicação, da Thaís que administra e supervisiona tudo, para garantir o potencial de nosso veículo de comunicação e também do Rafael que doa um pouco da sua criatividade e oferece ideias para colocarmos em prática, é fazer com que a Gazeta Informativa se torne a ponte que garantirá a todos os leitores informações de qualidade através de suas reportagens.

Aos demais amigos profissionais repórteres, desejamos com todo o carinho, um dia especial e um futuro promissor em suas carreiras e que juntos possamos fazer valer a credibilidade e identidade de nossa terra, seja em São Mateus do Sul, Antonio Olinto ou São João do Triunfo, pois nas ondas das rádios, no alcance mundial das redes sociais e no poder das entrelinhas, faremos a nossa história e registraremos o futuro de nossa nação.

 

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Policiais militares são-mateuenses recebem carta de agradecimento de vítima de depressão
Conheça o Conselho da Comunidade, órgão da execução penal que atua dentro da 3ª Subdivisão Policial do município
Apae promove celebrações remotas relativas à Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla 2020