(Imagem Ilustrativa)

O mundo comemora a chegada da vacina contra a Covid-19, e é justo comemorar, tanto pela esperança da volta da normalidade, quanto pela rapidez com que ela foi desenvolvida, pois as vacinas em geral levam até dez anos para ficarem prontas.

Mas enquanto uns comemoram, milhares de famílias choram por seus entes queridos que foram ceifados antes da chegada da cura, e muitas ainda vão chorar até toda a população ser imunizada, pois a pandemia está em sua segunda onda, e com toda a força da primeira. E o triste disso, é saber que a segunda onda veio forte devido ao relaxamento de todas as medidas de proteção, o que antes era um perigo maior para os idosos e pessoas com morbidades, hoje o número de jovens infectados já superam os idosos.

Se a população não voltar as restrições, e se permitir liberdades maiores nas comemorações de natal e final de ano, muita gente pode ser infectado nas vésperas da vacina, o que seria um contra senso.

Então, pra quem já se cuidou por quase um ano, não custa se cuidar por mais três ou quatro meses, que deve ser o prazo para a vacina chegar para todos, vamos refletir sobre as perdas mais recentes que houveram em nossa cidade, para que essas mortes não tenham sido em vão, mas um sinal de alerta e uma certeza que essa doença não atinge apenas pessoas distantes de nós, mas também aquelas bem próximas.

Jesus é o médico dos médicos, e como todo bom medico ele também afirma que prevenir é melhor que remediar, então vamos aceitar o conselho divino, vamos rogar a Deus por todas as famílias que choram, e aguardar o momento de recebermos a imunização.

Muita paz, reflexão e esperança a todos, e até a próxima semana.

Oscar Okonoski
Últimos posts por Oscar Okonoski (exibir todos)

Comentários

MATÉRIAS RELACIONADAS
Sentimentos de Natal
Pegadas na areia
Eleições