Educação e Cultura

Eleitos os novos diretores das escolas estaduais de São Mateus do Sul

Fotos: Thaís Siqueira/Gazeta Informativa

Fotos: Thaís Siqueira/Gazeta Informativa

As 2,1 mil escolas estaduais de todo o Paraná escolheram na quinta-feira passada, dia 03 de dezembro, de forma democrática, os seus diretores para os próximos quatro anos. Em São Mateus do Sul, a maior parte dos colégios estaduais teve chapa única nestas eleições. Somente três colégios tiveram disputa de duas chapas.

A eleição, que contou com a participação da comunidade escolar, foi direta e o voto não mais paritário, mas universal, com o mesmo peso para professores, funcionários, estudantes com mais de 16 anos e pais de alunos que ainda não têm idade para votar. O processo foi coordenado pela Secretaria de Estado da Educação.

Puderam se inscrever servidores que pertençam ao Quadro Próprio do Magistério, ao Quadro Único de Pessoal, ao Quadro de Funcionários da Educação Básica ou ao Quadro Próprio do Poder Executivo.

O mandato é de quatro anos e o diretor terá o trabalho avaliado pela comunidade, com metas para cumprir. Após dois anos, o Conselho Escolar, formado por alunos, pais, professores e funcionários, fará uma avaliação do cumprimento das metas e da prestação de contas.

Requisitos

Para se candidatar, foi preciso ter curso superior com licenciatura e compor o quadro da escola desde o início do ano letivo da consulta. O candidato também teve que apresentar um plano de ação compatível com o projeto político pedagógico da escola e com as políticas educacionais da Secretaria de Estado da Educação, previstas no programa META – Minha Escola Tem Ação. Os atuais diretores também puderam ser candidatos à reeleição.

Outro requisito necessário é que os candidatos participem de curso de gestão escolar específico em formação continuada, oferecido pela Secretaria de Estado da Educação, ou em parceria com outras instituições formadoras, ou ainda do Programa de Desenvolvimento Educacional (PDE), na linha de estudo de Gestão Escolar, ou de Curso de Pós-Graduação, lato ou strictu sensu, com ênfase em gestão escolar, comprovado mediante diploma reconhecido pelo Ministério da Educação.

Histórico

Em novembro de 2014, a Assembleia Legislativa aprovou proposta do Governo do Estado para prorrogar a eleição de diretores para 2015. Na época, a decisão de alteração da lei atendia a uma solicitação dos próprios professores, que tiveram em 2014 um ano letivo comprometido por vários eventos – Copa do Mundo, paralisação de professores e enchentes em algumas regiões do Paraná. O calendário escolar ficou bastante prejudicado. Os diretores tinham receio de que, naquele momento, o processo de escolha prejudicasse o andamento dos trabalhos pedagógicos.

No projeto de lei enviado em 2015 à Assembleia Legislativa foram propostas mudanças importantes, como a do voto universal e a exigência de que o candidato a diretor apresente um Plano de Ação, a ser avaliado pela comunidade escolar no transcorrer da gestão. O projeto de lei foi aprovado pelos deputados estaduais e a lei foi sancionada no dia 13 de outubro de 2015.

Com informações do Governo do Estado do PR.

Colégio Estadual São Mateus

A atual diretora do Colégio Estadual São Mateus, Telma Pelegrini Staniszewski e as duas diretoras auxiliares, Glacira Avela Santos e Vania Sass foram reeleitas com quase 90% dos votos. “Eu enquanto diretora principal, quero cada vez junto com minhas duas diretoras auxiliares lutar por uma verdadeira educação pública de qualidade, onde predomine os princípios básicos de uma gestão transparente: legalidade, impessoalidade, oralidade, publicidade e eficiência. Desde que assumi o colégio, acreditei no meu trabalho e da minha equipe, e trouxe meu filho para estudar aqui, e digo com toda certeza que ele tem uma educação de altíssima qualidade, assim como todos os demais alunos — cerca de 1800. Sabemos que o colégio é formado por pessoas dos mais diferentes pensamentos e sentimentos. Esta é a receita que vem dando certo, pois ao envolvermos todos, fazemos nosso colégio cada vez melhor”, diz Telma.

Conforme Telma, a direção do colégio tem como objetivo principal a efetivação de uma gestão democrática, onde todos tenham voz e vez. “As decisões são tomadas em conjuntos pois garantem a coerência nos encaminhamentos do dia-a-dia escolar. Esperamos conseguir nos próximos quatro anos, sustentar esses princípios que já veem dando certo e continuarmos com o compromisso de manter a qualidade do ensino ofertada pelo nosso colégio, garantindo que todos possam atingir seus objetivos educacionais e profissionais”, diz Telma.

Quando Telma e as diretoras auxiliares assumiram a direção do colégio, em 2012, elas relembram que foi um ano muito importante. “Ficou marcado como o ano da incerteza, dos desafios, mas principalmente como um ano intenso de aprendizado. Eram tantas coisas para fazer que não sabíamos por onde começar, mas tínhamos uma única certeza: o fundamental seria ouvir o que as pessoas tinham a dizer. E assim aconteceu: em uma primeira reunião, os membros da comunidade escolar foram ouvidos e assim elencamos as prioridades para nosso colégio. Algo muito marcante foi a fala de uma professora que dizia ser imprescindível darmos condições físicas para melhor atender nossos alunos, que todos pudessem ter o mínimo de dignidade ao acesso escolar e consequentemente o ensino público de qualidade ao qual tanto almejávamos. Muitos duvidaram que as aquisições de materiais e reformas seriam válidas, pois acreditavam que em pouco tempo tudo estaria destruído. Estabeleceu-se então um vínculo de confiança que foi depositado em nossos alunos e imediatamente correspondido, afinal, quem não gosta de estar em um ambiente agradável e bonito?”, fala Telma.

E assim começou uma nova etapa para todos os alunos, pais, professores e funcionários do Colégio São Mateus. “Esses quatro anos foram de muitas conquistas e podemos constatar que tudo está interligado: os resultados das melhorias materiais e todo o apoio pedagógico dispensado aos nossos educadores apareceram em forma de qualidade no processo de ensino/aprendizagem. O índice do IDEB aumentou (de 4,3 para 5,2) o aproveitamento dos alunos passou a ser mais significativo, assim como todo o comprometimento e envolvimento nas atividades extracurriculares ofertadas pelo colégio, nos seus diversos cursos”, destaca Telma.

Colégio Duque de Caxias

A diretora do Colégio Estadual Duque de Caxias, Clemira Santana e o diretor auxiliar, Renato Kurzydlowski também foram reeleitos, permanecendo por mais quatro anos à frente do colégio. “Desde que assumimos o colégio, em janeiro de 2013, trabalhamos duro com o firme propósito de otimizar a educação através da maneira de educar para uma vida melhor, com mais respeito, disciplina e conhecimento”, conta Clemira.

Segundo Clemira, ainda há muitos desafios pela frente. “Mas no decorrer destes três anos trabalhados pudemos ver que melhoramos muito a infraestrutura de nosso estabelecimento de ensino, efetuando várias reformas nas frentes da construção civil, elétrica, hidráulica e lógica. Implantamos projetos que vieram a agregar conhecimento e uma melhoria em nosso pátio escolar. Procuramos desenvolver em nossos alunos um sentimento de pertencimento ao espaço escolar, atitude esta que proporcionou aos alunos uma autovalorização”.

Clemira e Renato agradecem todos os pais, alunos, professores e funcionários pela confiança depositada, com 92,61% de aprovação para continuarem seu trabalho. “Para a próxima gestão pretendemos continuar buscando verbas, realizando melhorias na infraestrutura como construir um refeitório amplo e higiênico, reformar a cozinha, continuar com as melhorias gradativas do pátio escolar, conclusão da reforma da quadra de areia, concluir a pintura do colégio dentre outras ações”, diz Clemira.

Segundo os diretores, na área pedagógica pretendem dar continuidade aos projetos que vem sendo desenvolvidos como: Horta Escolar, Jardinagem, Música, Teatro, Leitura, Xadrez “Clube de Xadrez Torre de Xisto”, Jiu Jitsu, Banda Escolar “Banda de Percussão Imperatriz”, Oficina Arte com a participação da comunidade escolar, assim como ampliar a biblioteca escolar melhorando o acervo bibliográfico e revitalizar o Laboratório de Ciências, Biologia e Química.

Também pretendem continuar trabalhando para o bem estar de todos os alunos, professores, funcionários e comunidade escolar onde todos possam sentir-se seguros e valorizados tendo orgulho de participar do Colégio Estadual Duque de Caxias. “Reiteramos o nosso compromisso com toda a comunidade em realizar um trabalho cada vez mais eficaz no aprendizado, voltado a formação integral dos nossos alunos”, finaliza Clemira.

Últimos posts por Thaís Siqueira (exibir todos)

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Cinema na Praça chega a São Mateus do Sul com o filme O que queremos para o Mundo?
Cine Cultural estará em Antonio Olinto e São João do Triunfo
Fique atento com o cronograma das matrículas nas escolas municipais para 2021