Uma das principais identidades de São Mateus do Sul, além da produção de erva-mate, é a forte presença polonesa no município, sendo considerada uma das cidades brasileiras com mais descendentes deste povo. Mas e como valorizar toda essa identidade? A empresária Kyra Dombrowski – proprietária do Hotel São Mateus – investiu em decorações em seu estabelecimento visando resgatar e valorizar a cultura polonesa de sua descendência e também trazer novidades para o turismo local.

A empresária comenta que em suas pesquisas sobre a Polônia, encontrou este vilarejo que se chama Zalipie, e que se encantou com a decoração colorida e vibrante, inspirando-se assim para reproduzir em seu Hotel.

QR Code que direcionará para o site do Hotel.

Zalipie, é uma pequena aldeia polonesa que traz entre suas tradições a pintura de flores em suas casas, feitas originalmente para esconder as manchas escuras de fumaças causadas pela falta de chaminés e fogões rudimentares – através da arte popular conhecida como Wycinanki. Na comunidade também existe um concurso anual da casa mais bem ornamentada com as flores, o que deixa a aldeia sempre bonita para os moradores e atrai o público de diversas regiões para conhecerem de perto as casas coloridas.

Quarto temático

Para ressaltar o orgulho de sua descendência aliado ao carinho com os hóspedes do Hotel São Mateus, Kyra decidiu valorizar a cultura polonesa através de vários elementos presentes no quarto:

  • Wzory Ludowe: estilo de desenhos ornamentais poloneses.
  • Wycinanki: arte popular polonesa. São recortes de papel colorido, tradicionalmente usados por camponeses poloneses como ornamentos para decorar as suas casas.
  • Lambrequins: recortes e pendentes feitos de madeira usados na arquitetura polonesa, que eram usados além de ornamentos, para gotejamento de chuva ou neves dos telhados.
  • Pajaki: um dos muitos elementos tradicionais de decoração de interiores das aldeias polonesas do passado era este elaborado ornamento geométrico pendurado no teto. No passado, os Pajaki eram conhecidos precisamente como ornamentos e amuleto de proteção, trazendo sorte e abundância. Os camponeses poloneses acreditavam que essas decorações estavam dispersando a má sorte e afastando os maus espíritos.
  • No quarto do Hotel São Mateus percebemos as Wycinanki’s em suas paredes, tendo como referência Zalipie. Nas camas, os bordados com as mesmas tonalidades das flores da parede deixam o ambiente ainda mais aconchegante. “O lustre (Pajaki) e as cortinas pertenciam a casa dos meus avós que foram os fundadores do Hotel e foram modificados para compor o espaço”, explica Kyra.
  • Nas paredes os lambrequins foram anexados, referenciando o estilo que ainda está presente em algumas casas de madeira no município. “Queremos que as pessoas que vêm de fora se sintam abraçadas pela nossa cidade e acima de tudo, admirem a nossa cultura.”
    Hotel São Mateus

O Hotel São Mateus foi fundado no início dos anos 80 pelo casal de descendentes de poloneses Victor e Anastácia Dombrowski. Hoje o prédio possui quartos totalmente reformados, quartos ainda originais e agora os quartos temáticos poloneses.

Além dos serviços de hospedagem, o Hotel São Mateus atua com o serviço de café da manhã também para não-hóspedes. “Nosso diferencial é atender aos nossos clientes com excelência, proporcionando que sua estadia seja uma extensão de sua casa.”

O café da manhã do Hotel São Mateus também é ofertado para não-hóspedes. (Fotos: Divulgação Hotel São Mateus)

A equipe também trabalha com pacotes de atendimento, com suítes diferenciadas para o dia da noiva, encontros românticos e momentos de comemoração. “Priorizamos capacitação de nossos colaboradores e a atenção com o atendimento para aprimorar continuamente os nossos serviços”, enfoca a proprietária.

Suíte Diamante do Hotel São Mateus.

Kyra menciona que outros projetos estão sendo desenvolvidos para destacar a descendência polonesa no local. Toda a equipe do Hotel São Mateus convida a população são- mateuense e os turistas para conhecerem de perto o novo quarto e se encantarem com a história do município.

Não será apenas o pierogi…

Quando mencionamos a culinária polonesa no Brasil, uma das primeiras memórias que resgatamos é o pierogi – massa cozida recheada tipicamente com requeijão. Além da pintura das Wycinanki’s em seu estabelecimento, Aramis Niedpodzinski Mayer, lançará nos próximos dias em seu cardápio as Zapiekanki, conhecida como “pizza polonesa”. Aramis e sua esposa, Josiane Aparecida Santos Mayer, são proprietários da Camaleão Açaí, Sorvetes e Café e estão há meses estudando o prato típico e a cultura polonesa (vilarejo Zalipie, lambrequins e Wycinanki).

Saborosa, crocante e vendida em diversos pontos turísticos na Polônia, embora o sanduíche seja realmente popular e moderno nos dias atuais foi originalmente a única solução durante os tempos pobres da era comunista. Zapiekanki significa “assado” em Polonês e é servido nas ruas, shoppings e lanchonetes de todo o país.

Zapiekanki, comida típica polonesa.

A receita é preparada em uma baquete de 30 centímetros e será servida em um lambrequim adaptado para a novidade. A Zapiekanki é coberta com cogumelos salteados, queijo derretido, temperos poloneses e muito recheio. Serão diversos sabores salgados e doces de encher os olhos e claro, aguçar o paladar dos clientes e turistas que conhecerem o prato típico. Eles também servem o tradicional pierogi.

A equipe da Camaleão também homenageou São Mateus do Sul em seu cardápio temático, que conta a história do município como as navegações e pontos turísticos. “Agradecemos todas as empresas parceiras que nos apoiaram para realização do novo cardápio. Nosso muito obrigado a todos os clientes e amigos da Camaleão. Esperamos vocês!

Além de investir na pintura com Wycinanki, Aramis Niedpodzinski Mayer e sua esposa Josiane Aparecida Santos Mayer trarão para o seu cardápio as deliciosas Zapiekanki, conhecida como pizza polonesa.

Os empresários comentam que uma das principais inspirações para as mudanças nos seus estabelecimentos foi a viagem do Grupo Folclórico Polonês Karolinka para a Polônia em 2019, que mostrou a forte presença do grupo e a importância da cultura para o município. “Nos inspiramos com eles mas homenageamos todos os poloneses que vivem e já passaram por São Mateus do Sul”, garantem.

“Esse é o início de um grande projeto”, afirmam Kyra e Aramis, que buscam também através dessas ações inspirar empresários e moradores do município para olharem com mais atenção as diversidades presentes na cultura polonesa.

Dentre a enorme variedade e grande riqueza da arte popular polonesa, o Wycinanki (uma antiga arte popular polonesa feita com recortes de papeis e muitas cores) ocupa lugar de destaque como arte decorativa, fruto de exuberante e livre manifestação do temperamento artístico do povo polonês. As combinações e formas delicadas, ricas em detalhes e muitas vezes confundidas com pequenos crochês, tornaram-se uma espécie de marca registrada das colônias polonesas.

Endereços:

Conheça de perto todas as novidades! O Hotel São Mateus está localizado na Rua Theodoro Toppel, 535, Centro de São Mateus do Sul. Contato no telefone (42) 3532-1216; WhatsApp: (42) 3532-1802. Confira todas as acomodações pelo site www.hotelsaomateus.com.br; reservas pelo e-mail: reservas@hotelsaomateus.com.br.

A Camaleão está localizada na Rua Doutor Paulo Fortes, 370, Centro de São Mateus do Sul. Contato no telefone (42) 3532-1487 e WhatsApp/Delivery 98838-6029. Horário de atendimento: de terça à domingo das 13h às 21h30.

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Harmonia de um bom espaço físico com a qualidade no atendimento fazem parte do novo consultório do pediatra Joslei Augustinhak
Pizza de metro é novidade no Restaurante Banach’s
Porto Benini: planejada para surpreender você!