Educação e Cultura

Encerrada com chave de ouro as festividades do mês polonês

Foto: Divulgação

Celebração com a presença do quadro de Nossa Senhora de Czestochowa Paranska. (Foto: Divulgação)

A 22ª edição da Tradycje Polskie foi encerrada com chave de ouro, domingo (30), com a tradicional festa em louvor a Nossa Senhora Czestochowa Paranska, padroeira da Polônia. O encontro foi junto à igreja centenária da Água Branca. Às 7h30, aconteceu a celebração com a presença do quadro de Nossa Senhora de Czestochowa Paranska e o plantio de uma muda de carvalho no local da futura capela de São João Paulo II, na Colônia Taquaral. Em seguida houve uma carreata com a Santa até a comunidade de Água Branca onde foi plantado uma muda de Carvalho e logo após, a missa e a grande festa de encerramento do mês polonês.

O mês polonês

São Mateus do Sul contou com uma programação especial durante todo o mês de agosto, com a 22ª edição da Tradycje Polskie, o mês da cultura polonesa. Foram realizadas palestras, exposições, peregrinação do quadro de Nossa Senhora de Czestochowa nas comunidades do município, celebrações e festas com o intuito de resgatar e valorizar as tradições e histórias de uma das principais bases históricas e culturais do município.

Abertura oficial  do mês polonês. (Foto: Assessoria PMSMS)

Promovido pelo núcleo municipal da Braspol, entidade de representação da comunidade polonesa no Brasil, a Tradycje Polskie teve início sábado (1º de agosto), com a abertura oficial do mês da cultura polonesa. A cerimônia aconteceu às 10h, em frente à Prefeitura Municipal. Logo após a cerimônia, foi realizada uma carreata pelo centro da cidade, anunciando o início do mês da cultura polonesa. O mês polonês foi uma realização da Braspol, com o apoio da Prefeitura de São Mateus do Sul, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura; da Fundação Cultural; da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL); do Rotary Club Xisto do Iguaçu; da Associação Comercial, Industrial e Agropecuária de São Mateus do Sul (ACIASMS); e demais entidades e empresas parceiras.

Ainda no sábado (1º de agosto), à noite, aconteceu o baile polonês com a escolha da Rainha, 1ª e 2ª princesa, no Centro Polônico Marcelo Janowski (Cepom). No domingo, dia 02, a paróquia Nossa Senhora de Czestochowa, na Vila Nepomuceno, realizou a Festa da Colheita.

Foto: Assessoria PMSMS

Dois eventos foram realizados com êxito, na penúltima semana da programação do mês da cultura polonesa. O primeiro aconteceu quinta-feira, dia 20, sendo uma palestra ministrada pelo escritor e colunista do jornal Gazeta Informativa, Gerson Cesar Souza, nas dependências do Salão Nobre do Colégio Estadual Duque de Caxias, quinta-feira, que lotou o salão. Com o tema “Os Guerreiros Poloneses de São Mateus do Sul”, o escritor resgatou histórias de importantes imigrantes que ajudaram a construir o município no século XIX. A palestra foi muito elogiada por todos. Um verdadeiro show de informação e conhecimento. Dentre as várias autoridades presentes no evento, destacou a visita do Cônsul Geral da Polônia, em Curitiba, mais especificamente, a presença do Senhor Marek Makowski.

Foto: Assessoria PMSMS

O Jantar Típico Polonês foi a outra grande atração do final de semana, que marcou a penúltima semana da 22ª Tradycje Polskie, realizado sábado, dia 21, no Salão Paroquial da Igreja Matriz e que trouxe um variado e delicioso cardápio com a culinária típica da Polônia. Com a parceria do Rotary Xisto do Iguaçu (coordenação), e da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), a Braspol avalia o evento como um dos melhores dos últimos anos. Com um público estimado em 300 pessoas, o evento teve uma belíssima decoração e uma organização que proporcionou conforto e bem estar à todos. “Objetivo cumprido”, disse o presidente da Braspol, Crisanto Cavalcante, referindo-se aos propósitos da Braspol e parceiros, de divulgarem com muito carinho a cultura polonesa do município. Destacou a presença da Presidente Nacional da Braspol, senhor Rizio Wachowicz e da senhora Danuta de Abreu, coordenadora do Parque João Paulo II, em Curitiba. O coral do grupo Karolinka se apresentou nos dois eventos.

Ocorreu uma palestra, na sexta-feira, dia 28, no Salão Nobre do Colégio Duque de Caxias, com o título “Paisagem Cultural da Água Branca”, proferida pela geógrafa Liliane Lucena. A exposição João Paulo II fica até o final da semana na comunidade de Água Branca, enquanto a exposição Wycinanki se estende até setembro na Casa da Memória Padre Bauer.

História e Influência

A influência da cultura polonesa em São Mateus do Sul é facilmente identificável. Seja na arquitetura de casas e igrejas; na presença de monumentos à memória de poloneses que fizeram história; ou no modo de falar de muitos que mantêm costumes e tradições de seus antepassados que vieram para o Brasil.

O Paraná é um dos estados que mais recebeu imigrantes no século XIX. Um grande número de famílias se estabeleceu em São Mateus do Sul a partir de 1890, contribuindo para o desenvolvimento do município e reconfigurando as relações sócio-culturais da região. Em 1990, o município comemorou o centenário da imigração em São Mateus do Sul.

Baile polonês com a escolha da Rainha, 1ª e 2ª princesa, no Centro Polônico Marcelo Janowski (Cepom). (Foto: Tec Color)

Com informações da Assessoria PMSMS

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Cinema na Praça chega a São Mateus do Sul com o filme O que queremos para o Mundo?
Casa Familiar Rural de São Mateus do Sul lança projeto de incentivo a piscicultura
Grupo de dança Resgate Gaúcho organiza espetáculo em São Mateus do Sul