(Fotos: Assessoria do deputado Emerson Bacil)

Uma das questões atreladas ao problema da pandemia tem sido, em especial para muitas propriedades do interior, a crise hídrica. O Rio Iguaçu atinge os menores níveis, abaixo de todos os registros históricos, desde a década de 1930. A medição deste nível é senão o mais baixo, um dos menores, desde a implantação do sistema de monitoramento da Companhia de Energia do Paraná (Copel).

Para se ter ideia, em União da Vitória o nível do Rio Iguaçu vem oscilando pouco acima de 1,30m – entre 1,31 e 1,32 – abaixo da menor média histórica registrada pelo sistema de 1,33m. Não se tem registro do leito ter ficado tão baixo, de acordo com a SEC-CORPRERI, organização que estuda o Rio Iguaçu. O nível normal fica na casa de 2,7m e ali traz todo o potencial hídrico de diversos rios de uma bacia.

Não apenas os rios tiveram uma redução talvez nunca vista na atual geração, mas as propriedades ficaram sem água para consumo humano e demais atividades agropecuárias. Disso a necessidade de recorrer ao abastecimento de água por caminhões-pipa. A Sanepar disponibiliza o serviço, mas escalonado entre os municípios de toda a região e ocasionalmente. Disso a justificativa de ter um veículo próprio.

O escritório regional do deputado estadual Emerson Bacil tem recebido, em grande número, solicitações de socorro hídrico. Em especial de São Mateus do Sul e São João do Triunfo, até pela proximidade com o gabinete na região. “São vários e vários pedidos todo dia, via redes sociais e disso a nossa busca por soluções de abastecimento. O auxílio de caminhão-pipa e perfuração de poços são medidas necessárias”, detalhou Bacil.

Liberação de dois caminhões-pipa

“Viabilizado pelo nosso mandato, confirmado que virá no mês que vem pelo secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes. Estão fazendo o processo de compra, um será para São Mateus do Sul e outro para São João do Triunfo”, explica o deputado estadual Emerson Bacil. O investimento é de aproximadamente R$ 230 mil por veículo que está em processo de aquisição pelo Estado.

“Temos um programa importantíssimo que é através de caminhões-pipa poder diminuir o sofrimento das pessoas que não tem água para beber”, frisou Márcio Nunes que, estando na Assembleia Legislativa do Paraná, nesta quarta-feira (20), foi até o gabinete de Bacil para pessoalmente informar a liberação dos dois veículos, sendo um para São Mateus do Sul e outro para São João do Triunfo.

O Secretário de Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes, foi até o gabinete de Bacil para
informar a liberação dos dois caminhões.

“É uma questão emergencial”, explica o deputado. Segundo ele, programas de incentivo, perfuração de poços semi-artesianos e artesianos também estão em andamento. Bacil disse que já encaminhou esta solicitação, inclusive para criar linhas de crédito que permitam a realização destes serviços para pessoas que tem falta de água. Em especial no interior dos municípios e de abrangência regional.

O assunto passou pelas Câmaras de Vereadores. Em São Mateus do Sul, o presidente Nereu Dal Lago e os vereadores Fernanda Sardanha, Júlio Balkowski Júnior e Omar Picheth Neto encaminharam ofício para Bacil pedindo por um caminhão-pipa. A liberação de um veículo, também, foi solicitada pelo vereador Ari Novako em conjunto Odiney Bacil, devido à crise hídrica em São João do Triunfo.

A visita de Márcio Nunes ao gabinete de Bacil, segundo o deputado, ainda tratou de outra pauta de discussão estadual e com influência regional, que é o Manejo de Araucárias. Assunto que tem relação direta com grande parte das propriedades rurais, em especial de pequeno porte, e que carece de uma solução que mantenha florestas, mas tendo perspectivas de sustentabilidade, de acordo com o secretário de Sustentabilidade.

Sidnei Muran

Comentários

Compartilhe:


MATÉRIAS RELACIONADAS
Dois acidentes deixam quatro pessoas mortas na BR-476 próximo a Lapa
Governo do Estado vistoria andamento de pavimentação da PR-364
Ariomar de Paula Machiavelli, ex-prefeito de Antonio Olinto morre aos 74 anos